Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

11. Coisinhas que me irritam

Hoje é feriado e como neste tipo de dias muita gente tende a aventurar-se na cozinha lembrei-me de vir partilhar convosco uma irritação, que é, ao mesmo tempo, um alerta.

 

Sabem o que é isto?

(Imagem aqui)

 

Sabem, certo? São, nada mais, nada menos, que os afamados bolos na caneca.

- Mas, C.S., tu não gostas de bolos? - perguntam vocês.

- Gosto, claro que gosto. Gosto até mais do que aquilo que deveria...

- Então qual é o problema?

 

Passo a explicar. Na teoria, estes bolinhos são ótimos, são lindos e são um pecado menor, pois faz-se um bolito e o desejo fica saciado, morto mesmo. Mas na prática o que acontece é que o bolo, seja ele de chocolate ou do raio que o parta, fica uma verdadeira porcaria, parece esponja e rapidamente se transforma em algo seco e rijo.

E não, não me venham convencer que sou eu que não atino com as receitas, porque os bolos convencionais, aqueles que vão ao forno, saem-me sempre belos e maravilhosos. Mesmo no ponto, estão a ver?

Por isso, meu amigos, isto irrita-me. É publicidade enganosa andarem por aí a dizer que bolos na caneca são uma delícia e não sei mais o quê.

Não, não me convencem. Não caio outra vez, três experiências são mais que suficientes.

 

(Imagem aqui)

 

16 comentários

Comentar post