Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

2017

2017 foi um ano bom. 

Não houve surpresas más a nível de saúde, daquelas que nos pregam valentes sustos. Eu estou bem e a família está bem. É o que se quer. Que continue assim. 

Fui a Lanzarote e à Madeira. 

Não li tanto quanto queria. Nem fiz atividade física como queria. Tenho de melhorar este ponto, tenho sempre de melhorar este ponto. 

Celebrei 10 anos com o A., 2 de casamento.

Vi filmes de que gostei.

Não li tanto quanto queria. 

Fiz fisioterapia ao tornozelo. 

Estive com os amigos algumas vezes, mas não tantas como gostaríamos. 

Comecei a dizer mais aquilo que me apetece e aquilo que me chateia. 

Consegui trabalhar mais um ano como professora. Mas sinto sempre a corda ao pescoço. 

Queria ter viajado mais. Quero sempre.

Fiz uma surpresa à minha B..

Conheci pessoas novas. Algumas que ficarão, outras não. É mesmo assim. 

E comecei um blog. Um blog que se tornou parte importante dos meus dias. Um blog que me permite estar convosco. 

Obrigada por tornarem o meu 2017 mais rico.

Espero que 2018 nos traga a capacidade para enfrentar os nossos desafios pessoais e novos sonhos. 

(Imagem aqui)

 

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/2