Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

C.S. em 22.03.17

A Natália

A Natália herdou o nome da avó e os olhos verdes do pai, mas a teimosia que lhe é característica é só sua, ninguém lha passou. A mãe é a mulher mais pacífica que possam imaginar e é (...)
C.S. em 03.03.17

A Sara

A Sara trabalha das nove às cinco. É funcionária pública há mais de oito anos, mas ainda não viu qualquer vantagem nisso. Leva comida de casa, que come sozinha na hora e meia que tem de (...)
C.S. em 15.02.17

A Maria

A Maria não terá mais que quatorze anos, mas tem muita pressa em crescer. Sempre foi muito carinhosa. Sempre brincou com bonecas, até ter dez anos, em todo o lado. Não saía de casa sem, (...)
C.S. em 17.03.17

O Carlos

Hoje o dia amanheceu noturno. A cidade parece ainda dormir, a sua respiração tranquila e ritmada confirma-o. Só ao longe se acendem luzinhas num prédio distante. Numa manhã fria e escura, (...)
C.S. em 07.03.17

Aquela casa

Aquela casa que está fechada há demasiado tempo já foi feliz. Viu crescer gerações, sabia-lhes os nomes, os gostos e desgostos. Presenciou lindas histórias de amor, algumas mais duradouras (...)
C.S. em 21.02.17

Dona Clotilde

A Dona Clotilde não usa óculos ainda, apesar de já ver mal ao perto. Passa os dias à janela, rega as suas flores, que vivem naquela casa há tanto tempo quanto ela, e vê quem passa. Conhece (...)
C.S. em 07.02.17

O Sr. Sebastião

  Sebastião sempre foi um homem atarracado, pouco amigo de partilhar os seus sentimentos e nunca gostou de longas conversas, apesar da sua profissão. Vendia no mercado da sua cidadezita os (...)