Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

As famílias nunca são perfeitas

As famílias nunca são perfeitas.

Mas são unidas.

Algumas podem ser distantes e, ainda assim, tão presentes.

Outras partilham as mesmas paredes, mas são sempre desencontradas.

 

A minha família não é perfeita, mas é a minha.

Aquela que me pertence e eu não a trocaria por nenhuma outra.

Aquilo que sou devo-o às minhas pessoas.

Àquelas com quem me sinto tão à vontade que posso aparecer-lhes de pijama e cabelo despenteado.

A minha família, às vezes, fala alto e rimos juntos, tantas vezes, até doer a barriga.

Planeamos com antecedência e gostamos do fazer.

A minha família deu-me as bases para ser quem sou.

Ensinaram-me o certo e o errado e a distinguir o bem do mal. E também a respeitar os mais velhos, a ceder-lhes o lugar, a não proferir palavrões e a dizer sempre "bom dia" e "com licença" e "obrigada" e "por favor".

Ensinaram-me a amar e a reconhecer o amor. Por isso encontrei-o, alimentei-o e deixei-o crescer.

O amor que hoje também é família. A minha família. Mais completa que nunca. Cheia e feliz. Única e minha.

 

(Imagem aqui)

 

(Diz que ontem foi dia da família. É verdade que agora há dias para tudo. Não lhes ligo muito, nem pouco. Às vezes ouço que "é dia de..." e, simplesmente, a informação sai à mesma velocidade que entrou, outras vezes são dias tão disparatados que me fazem sorrir. Mas ontem foi dia da família e eu sorri, não por ser disparatado, mas por ter pensado imediatamente nas minhas pessoas. Disse para mim: "hoje devia escrever qualquer coisa no blog, mais logo, se tiver tempo...", mas não tive, por isso escrevo hoje. Não me levam a mal, pois não? Celebrar a família pode ser quando a C.S. quiser?)

 

Beijinhos

10 comentários

Comentar post