Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

Banalidades ou a compra de um relógio

Com o início do novo ano letivo senti a necessidade de comprar um novo relógio.

Ontem lá fui em busca do que pretendia. Não queria gastar muito dinheiro, (ou não podia...), mas também não queria andar com uma coisa horrorosa agarrada ao meu pulso o dia inteiro. Que uma pessoa é pobre, mas gosta de manter algum estilo, não é verdade?

Vi uma loja, outra e mais outra... E só gostava dos que custavam de 100€ para cima, pensei que me estava a boicotar a mim própria. Até que entrei numa que tinha uma marca que não conhecia, mas da qual gostei bastante: Watx.

Adorei o conceito, porque podemos mudar de bracelete com muita facilidade e há imensas cores e padrões à escolha. Cada bracelete custa cerca de 13€ e o relógio ronda os 36€, portanto, não é nada caro. Se querem confirmar as possibilidades que têm à vossa disposição podem ir aqui.

Eu não queria nada muito extravagante e tinha como critério que fosse uma cor que conjugasse facilmente com outras, (por causa da roupa), acabei por sair da loja com este:

2017-09-22.png

(Imagem aqui)

 

 Mas tenho de vos dizer que tive este bebé no pulso:

(Imagem aqui)

Apaixonei-me. É um smartwatch da Michael Kors. Além de ser lindo é um relógio com centenas de possibilidades, pois permite-nos mudar o seu aspeto sempre que queremos, para além de dar para emparelhar com o telemóvel, tem lanterna e microfone incorporado... Resumindo: um brinquedo maravilhoso e cheio de estilo.

Estava em promoção, custava 299€, demasiado para o meu bolso. Mas deixou-me a suspirar.

Disse ao A. que se me saísse o euromilhões iria comprá-lo.

Não saiu...

Tenho-me portado bem, mas julgo que o Pai Natal também não terá possibilidades de o fazer chegar cá a casa.

Contento-me com o meu Watx e a possibilidade de qualquer dia poder mudar a bracelete.

 

Beijinhos e bom sábado.

17 comentários

Comentar post