Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

É oficial...

...hoje senti frio.

Quando cheguei a casa fui buscar um pijama de manga comprida. E como eu gosto disto!

Mas falta a chuva.

Ontem esperava que chovesse. Fui várias vezes à janela espreitar e nada. Há que tempos que não desejava genuinamente que chovesse.

Correndo o risco de parecer uma avozinha digo-vos que esta seca que assola o país é muito preocupante. Preocupa-me. Juntado aos trágicos incêndios e à quantidade de água que se tem gastado para tentar dominá-los, creio que vivemos uma verdadeira crise e que não estamos preparados para enfrentá-la.

O governo já deu mostras de incapacidade para resolver estas problemáticas. Também já demonstrou total insensibilidade para com estas questões, porque não basta dizer que se lamenta. Não basta decretar dias de luto.

Não se pode vir a público, num momento em que o país atravessa tamanho pesadelo e precisa de verdadeiros líderes, dizer algo assim: "habituem-se e não se queixem muito, porque isto não ficará por aqui.". E não me acusem de ser hiperbólica, porque espremidas e simplificadas as declarações dos elementos do governo transmitem-nos mais ou menos isto.

 

Ah!...é verdade...já me esquecia... Viram as imagens da Galiza? Viram a quantidade de gente que saiu à rua para manifestar o seu desagrado para com os governantes e pressionar para que sejam tomadas medidas e garantias de que os fogos não se repetirão? Viram? Sabem quantas vidas se perderam na Galiza? 2.

Demasiadas para eles. E nós? Nós engolimos as declarações secas destes governantes ávidos de poleiro, mas que de líderes têm muito pouco.

Era isto...

 

13 comentários

Comentar post