Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

Há problemas que, mais cedo ou mais tarde, temos de admitir

Todos os anos, nesta altura do ano (mais dia, menos dia) deparo-me com o mesmo problema. Tem sido recorrente e não tenho nenhuma explicação lógica para ele. Nem a minha mãe já tem paciência para me ajudar a resolvê-lo...

Talvez seja chegada a altura de admiti-lo. Pode ser que marque um momento de viragem na minha vida...

 

Vamos lá... Até porque um blog também serve para exorcizar fantasmas.

 

A cada ano, ao cumprir o ritual de apresentação numa nova escola reúno os documentos necessários para levar comigo, indispensáveis para que me aceitem no lugar para o qual fui selecionada.

 

Todos os anos tenho o mesmo problema: onde está o boletim de vacinas?

 

(Imagem aqui)

E aqui começa o meu inferno...

Procuro por toda a casa, abro tudo o que é gaveta mais do que uma vez, vejo nos sítios mais improváveis, peço ajuda ao A., que ignora o meu pedido de socorro e diz: "mas todos os anos é a mesma coisa!", dou outra volta à casa, digo rezas e imploro para que ele apareça... Nada!!! Zero!!! Nunca o encontro!!!

Chego ao ponto da minha cabeça começar a inventar realidades alternativas, nas quais tenho a certeza do local onde possa estar. Animo-me. Desta é que vai ser... Vou até lá e...nada!

Não me resta outra hipótese...

Agarro no telemóvel, procuro-a e...

- Mãe, não sei do boletim de vacinas. Se calhar ainda está por aí.

(Importante acrescentar que eu tenho 30 anos e há 7 que já não vivo em casa dos meus pais.)

- C.S., mas é todos os anos a mesma coisa? Todos os anos? Claro que não está cá em casa, há quanto tempo é que já o levaste?

- E agora?

- Agora desenrasca-te, no centro de saúde (em Évora) já me devem conhecer por ir pedir declarações por causa das vacinas. Vai aí (no Algarve), porque já têm o teu registo, o ano passado disse-lhes que tinham de enviar as informações para aí.

(Imagem aqui)

 

Fui ao centro de saúde, ontem de manhã, antes de ir para a escola. Esperei. Pedi a declaração. Não me encontravam. Medo. Ah!...afinal sim...

- Aqui tem, até tem duas, porque eu mandei imprimir duas vezes por engano. E o plano mudou, a vacina do tétano agora é de 20 em 20 anos.

 

Agradeço muito. Vou para a escola e apresento orgulhosa o meu registo impecável de vacinação. E a senhora da secretaria:

- Ah!...isso este ano não faz falta.

(Imagem aqui)

 

De resto, correu tudo bem. Boas primeiras impressões. Duas reuniões e mãos à obra.

Para o ano há mais...

 

Quero enviar-vos um grande beijinho e desejar-vos uma ótima sexta-feira. Obrigada por todas as mensagens de apoio.

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2