Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

Para mim, o Natal começa hoje!

Para uns o Natal já começou. Por esta altura já muita gente foi buscar a sua árvore e tratou de enfeitá-la. Há gente que já tem presentes embrulhados e tudo, que eu bem os vejo quando vou às compras, numa luta louca com o papel e a fita-cola naquelas bancadas DIY. 

Outros haverá que nem querem ouvir falar de Natal antes de dia 20 de dezembro, são as pessoas que fazem as compras à última da hora, que amaldiçoam as filas, mas que todos os anos cometem os mesmos erros. 

Temos ainda aquele grupo onde eu penso que a maioria se insere, que é os que começam a pensar no Natal no início de dezembro. Normalmente tratam da decoração da casa no primeiro fim-se-semana do último mês do ano. Pessoalmente, creio que é o que faz mais sentido, ainda que, por uma questão de organização e economias, às vezes, no início do mês doze já tenha algumas prendinhas compradas. 

(Imagem aqui)

 

Contudo, para mim este ano será diferente. O Natal começa hoje. Dia 22 de novembro. Mas já lá vamos...

Vou-vos confessar mais um pormenor sobre a minha pessoa que vocês ainda não sabem: eu ADORO o Natal.

Adoro mesmo. Julgo que não há época mais feliz no ano. Ainda que esteja frio, ainda que seja uma das épocas do ano em que o pico de gripe dispara, ainda que haja sempre quem resmunga que o Natal já não é o que era, ainda que digam que se tornou consumista, ainda que tanta coisa! 

As luzes, as músicas, a árvore, os filmes, o aconchego da nossa casa, as comidas e a família, claro está, toda reunida. O Natal é tudo isto e mais um pouco. É aquela época em que as pessoas amolecem o coração, desaceleram o stress, apreciam o que se passa à sua volta e pensam verdadeiramente nos outros. 

O Natal é dar e também receber. Se damos amor, recebemos amor. As prendas têm apenas a importância que nós queremos. 

E para mim o Natal de 2017 começa hoje porque sei que vou fazer feliz uma das pessoas que mais adoro. Uma pessoa pequenina, que hoje terá a surpresa de saber que vai fazer uma viagem nos próximos dias, que anda a ser planeada há algum tempo, mas da qual ela nem sonha. A minha pequena B. hoje vai ficar de boca aberta quando me vir à porta da sua escolinha. E é assim que começa o Natal para mim, quando ela me der um abraço apertadinho. 

(Imagem aqui)

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2