Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

C.S. em 28.06.17

A Íris

Um dia a Íris sonhou em ter um mano ou uma mana. Garantiu aos pais que não se importaria com o sexo, que ajudaria a cuidar do bebé com o mesmo interesse e cuidado, independentemente deste (...)
C.S. em 12.06.17

A Mafalda

23h. Todos os dias a esta hora a Mafalda arrasta-se até à cama, depois de oito horas de trabalho, de duas horas perdidas no trânsito infernal da capital, da ida ao supermercado, da correria (...)
C.S. em 17.05.17

Ezequiel

Ele tem um ar sombrio e assustador para quem se cruza com ele. Olha com desdém e desprezo quem o circunda e poucas são as pessoas que conseguem introduzir consigo um tema de conversa. É uma (...)
C.S. em 14.06.17

A Mafalda (II)

"Temos de falar...". "Temos de falar...". "Temos de falar..."...as palavras ecoaram na cabeça de Mafalda, se lhe perguntassem ela diria que passaram 10 anos, naquele minuto de silêncio (...)
C.S. em 30.05.17

No comboio

No comboio, todos os dias à mesma hora, entram e saem centenas de pessoas. Todas apressadas, todas fechadas sobre si mesmas, todas de cara sombria. Na estação de comboios todos os dias se (...)
C.S. em 04.04.17

Isto há com cada uma...

Ontem, ao final da tarde, tive de ir a uma consulta mostrar uns exames, (estou bem, não se preocupem, nada que umas sessõzinhas de fisioterapia não resolvam...). Até aqui tudo certo, tudo normal. Estava eu na chata tarefa da espera, olhando para o meu telemóvel, admirando as últimas do Instagram, quando alguém se aproxima de mim e me diz: "desculpe incomodar, será que me pode tirar umas fotos?". E eu levantei os olhos, vi uma senhora (...)