Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Há mar em mim

Este é um blog onde cabe um pouco de tudo. Imenso como o mar. Haverá opiniões, ideias, fotografias, textos rabiscados, será uma extensão de mim. Se chegou até aqui, detenha-se e sinta-se bem-vind@.

Um aviso à navegação

Este fim de semana dei um saltinho ao Alentejo, hoje, no regresso, apanhei uma chuvada como nunca tinha apanhado, pelo menos ao volante, e eu já conduzo há mais de 10 anos.

 (Imagem aqui)

A dada altura pensei que o melhor era meter-me na autoestrada, pelo menos assim tinha a certeza de que não iria aparecer nenhum de frente, pois a visibilidade era mesmo muito, muito, muito reduzida.

Mas sabem o que me espantou?  Naquelas condições, para além da velocidade a que alguns carros circulavam ainda o faziam de luzes apagadas. E eu assim: . Mas esta gente está louca? Não tem amor à vida? Tem mesmo assim tanta pressa? Enfim...

A prudência, especialmente nestas condições, nunca é excessiva.

(Imagem aqui)

Depois dizem que os militares da GNR são muito maus, que fazem caça à multa, etc., etc., etc.

12 comentários

Comentar post