Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

Sobre a Eutanásia

Eutanásia.

Creio que é um assunto que ninguém aborda de ânimo leve. É algo sério, porque mexe diretamente com a vida. Com o fim dela, mais concretamente. 

Quando penso neste assunto há uma pergunta que se formula imediatamente na minha mente: se não fossem os avanços da medicina os doentes terminais não morreriam mais rapidamente? 

E logo surge outra: não estaremos a ser egoístas ao negar o fim de um sofrimento contínuo a alguém?

Julgo que todos sabemos que caso o recurso à eutanásia passasse a ser opção só o seria em casos muito concretos e sob uma legislação própria. Ninguém cairá no erro de julgar que o país passaria a aplaudir o suicídio, pois não?

Dizer sim à eutanásia é garantir que uma pessoa em sofrimento prolongado e num estado considerado irreversível possa dizer algo semelhante a isto:"eu sei que vou morrer, sei que não irei melhorar e que os dias que me restam não me trarão qualquer alegria, por isso escolho quando será o meu fim". 

Não será legítimo que possamos ter esta opção?

Não gostavam de ter esta opção caso se vissem perto do fim e em agonia contínua?

E ter essa opção é só isso mesmo, ter opção, ninguém é obrigado a fazê-lo.

Afinal o que se ganha em prolongar o sofrimento? É que eu não consigo pensar em nada positivo que advenha dessa situação. 

Deveríamos ser capazes, enquanto sociedade, de abordar e refletir acerca destes assuntos de forma racional, sem deixar que crenças religiosas interfiram no nossos discernimento. 

download.jpg

 (Imagem aqui)

 

Ontem, de tudo aquilo que li no rescaldo do "Não" do Parlamento, ficaram na minha memória as palavras que Bruno Nogueira escreveu no seu Instagram:

Ganhou o não. O sim, ao que parece, mata.
Nada como esperar em sofrimento e dor, a definhar e a agonizar numa cama, a cuspir sangue e a respirar entre tubos e máquinas, que quando tiver agenda deus logo nos chama para junto dele. Ou o Homem-Aranha. Ou qualquer outro super-herói que conheçam e que apreciem particularmente.
Aguentar que alguém seja espremido até ser só osso e pele e um gemido que se parece mesmo com a pessoa que viveu lá dentro. Até não vos conhecer de tão morto que está, mas vivo à força. Que as dores o façam contorcer-se até querer voltar a ser ninguém.
E talvez aí sim, quando sobrar só uma carcaça com pouco por onde espremer, talvez aí valha a pena morrer. 
Até lá, eles que aguentem, que a nossa vez ainda vai longe.

 

Revenge of the 90's - a minha experiência

Na passada sexta-feira, apesar do cansaço acumulado de uma louca e longa semana de trabalho, fui a uma Revenge of the 90's. Foi em Évora e foi inesquecível. E hoje vou explicar-vos o porquê. 

E afinal o que é uma Revenge? É uma festa, sim, mas também é muito mais que isso.

P_20180525_234518_1.jpg

 

Eu já tinha ouvido falar destas festas, cuja localização só é revelada no próprio dia e apenas a quem tem bilhete para entrar. Posso dizer-vos que ia com as expectativas altas, afinal os anos 90 foram o palco da minha infância e de parte da minha adolescência e, como todos sabemos, essa é uma época da nossa vida que não esquecemos. 

Nos anos 90 não havia preocupação com a alimentação, apareceram novos canais televisivos em Portugal, deu-se um boom de boys e girls bands, foi a época em que o casaco de ganga foi rei, bem como as cores florescentes e o estilo grunge. O Dragon Ball, o Big Show Sic, o Titanic, o anúncio da Telecel, os 6-3 do Benfica ao Sporting, os Tamagotchis que estavam sempre a morrer, os Nirvana, os Pearl Jam, os Oasis, o Super Mario, o Tetris, as VHS, os Walkmans... Quem não se lembra? 

Pois bem, o Revenge of the 90's conduz-nos às profundezas da nossa memória, é uma experiência sensorial, pois leva-nos a sentir, a ver, a ouvir, a saborear e a cheirar novamente os anos 90 e traz-nos coisas que julgávamos para sempre perdidas no tempo, como é o caso das PetaZetas ou dos PegaMonstros. 

E até eu que nem sou de grandes festas e que estava de rastos à hora a que saí do meu local de trabalho, dancei até depois das 05:00h. 

Dancei, saltei, cantei a plenos pulmões, emocionei-me e voltei a sentir-me feliz quando coloquei PetaZetas na boca e elas começaram a saltar descontroladamente. Na sexta-feira à noite e na madrugada de sábado a C.S. voltou a ter 4, 6, 12...anos consoante as músicas que tocavam, as imagens que me mostravam e os brindes que me davam. E foi bom, foi muito bom!...

Eu costumo dizer que sou saudosista, ainda que não viva presa ao passado. Mas é comum ter noção de que há certos momentos que são únicos e que jamais podem ser revisitados. Felizmente, a equipa que leva o Revenge pelo país permitiu-me voltar a viver alguns desses momentos. Estou-lhes grata por isso. 

 

Deixo-vos uma foto com os brindes que nos deram ao longo noite:

Screenshot_20180526-165923_1.jpg

 Ah! Se pensarem em ir a uma festa destas, por favor, entrem no espírito e vistam-se a rigor, foi o que eu fiz e ajudou ainda mais a entrar no ambiente. Infelizmente, em Évora, nem toda a gente pensou da mesma forma e havia gente que parecia ter saído de um batizado. 

 

Que semana!!!...

Esta semana que está a terminar parece-me que durou um mês...

Aconteceu tanta coisa no trabalho que achei que a sexta-feira nunca mais ia chegar!

Só me apetece fazer isto:

 (Imagem aqui)

 

No entanto, espera-me um fim-de-semana bem preenchido, onde até ocorrerá uma festa dedicada aos anos 90. 

Não sei como, mas tenho de arranjar energia para isto:

(Imagem aqui)

 

Desejem-me sorte. 

Quanto a vocês... Espero que tenham um ótimo fim-de-semana e que andem super bem nas vossas vidas loucas! 

Um resumo da Passadeira Vermelha dos Globos Tugas

Olá! Olá!...

Como estão? Eu tive um verdadeiro dia de loucos e agora devia estar a trabalhar mais um pouco, mas preciso de desanuviar e, também, de partilhar convosco a grande pérola que foi a red carpet Tuga 2018. 

 

A noite começou promissora, uma vez que o primeiro modelito que vi foi o de Carolina Patrocínio, estava linda, radiante e muito glamourosa. Quem a vê até pode cair no erro de achar que é fácil fazer um brilharete em cima de um tapete vermelho, mas vão por mim, não é. E para prová-lo estiveram lá...todas as outras! 

2018-05-21 (1).png

 

2018-05-21.png

 Se não soubéssemos e alguém nos viesse dizer que esta mulher teve uma filha há cerca de um mês não havia quem acreditasse, não é?

 

Depois da Carolina... Que desgraça! Que tristeza! Que loucura!...

 

A Cláudia Vieira achou sensato mascarar-se - a ela própria! - de globo de ouro. Teria como objetivo entregar-se a alguém? Não faço ideia...

e5b0189903c95fa0cdffae0ba6ba5fe0-754x1340.jpg

 

A Diana Chaves foi muito poupadinha e reciclou uma das muitas bandeiras do Reino Unido que sobraram do Casamento Real do fim-de-semana.

3ba02b86c243d64e82a298267bebd187-754x1340.jpg

 

A Sara Matos achou que já chega de ser bonita. Cansou-se de elogios e vai daí optou por fazer isto:

7a7c6c1407fd168833ad6417bf5d9aef-754x1340 (1).jpg

 

A Inês Castel-Branco decidiu que já era tempo de alguém homenagear devidamente os pinheiros de Natal, que anos após anos decoram as nossas casas sem reclamações.

491801ee7cc6a92d4ead622994a5a136-754x1340.jpg

 

A Andreia Rodrigues, que está gravidíssima, já não devia sair de casa há muito tempo, uma vez que o seu vestido tinha teias de aranha. 

34358b28f8b0d60e482ea3b97a975032-754x1340.jpg

 

A Maria Miguel ganhou o globo de melhor modelo feminino mas decidiu meter-se numa roupinha que grita: "Estou a borrifar-me para modas! Quero lá saber de roupas e prémios!".

2018-05-21 (4).png

 

E as indecisas... Que não sabendo bem o que mostrar, mostram tudo! Rachas até à garganta e decotes até à linha da cueca porque só se vive uma vez!

2018-05-21 (3).png

 

2018-05-21 (5).png

 

CA_2928_resized-1.jpg

 

fa4257590fec3f4843b503d89af4764b-754x1340.jpg

(Todas as imagens foram retiradas daqui e daqui.) 

 

E foi isto! Para o ano há mais... 

 

 

 

Prontos para o casamento?

Bom dia!

 

"Está um belíssimo sábado para se casar!" - pode ser que seja isto que o príncipe Harry y Megan Markle estão a pensar, enquanto se prepararam para irem ao encontro de um com outro. 

 

Mas como será o vestido da noiva? Esta é sempre a grande dúvida. E hoje em dia há tantas e tão maravilhosas opções...

Irá Megan usar um vestido em estilo princesa? Algo mais fluído? Sem mangas? Estilo sereia?

 

Vou-vos deixar uma galeria com algumas opções de vestidos, (as minhas preferidas!), que andam no mercado e, quem sabe, se alguma futura noiva não se inspira com as escolhas do Há mar em mim...

 

Estilo princesa:

 

 

Estilo corte em A

 

 

Estilo sereia:

 

 

Estilo corte Império:

 

 

Por que estilo optará Megan Markl? Eu vou arriscar no estilo império ou corte em A, não me parece que ela vá aparecer com um vestido em estilo princesa e o estilo sereia é muito sexy, talvez demasiado para o Castelo de Windsor. Veremos...

 

(Todas as imagens foram retiradas dos sites das marcas: Pronoivas, Rosa Clará e Elie Saab)

 

 

 

Sobre: Sunshine Blogger Award (eu tardo, mas chego...)

Sunshine-Blogger-Award.jpg

Andava eu nas minhas ausências quando dei por mim a ser invocada por quatro ilustríssimas meninas aqui do bairro, são elas: a Loulou, a Mimi, a Catarina e a Gorduchita. E para quê? Para dar resposta ao desafio Sunshine Blogger Award.

 

Uma vez que já se passou algum tempo e que seria um aborrecimento para vocês lerem 44 respostas minhas, vou responder a 4 perguntas feitas por cada uma das bloggers mencionadas e, ainda assim, responderei a 16 questões, em vez das habituais 11 que constituem este desafio. 

 

Meninas, muito obrigada por se lembrarem de mim. Peço desculpa por não responder ao desafio exatamente como ele foi concebido, mas foi a solução que arranjei... 

 

(As quatro perguntas da Loulou)

 

O que te motivou a criar o(s) blog(s)?

Já aqui contei a história de como nasceu o Há mar em mim, mas é sempre bom recordar. 

Estávamos no frio janeiro de 2017, (assim parece que foi há imenso tempo, não é? ), e eu andava meio depressiva e muito desmotivada com o meu trabalho, o blog foi um escape que arranjei, uma forma de me distrair e, também, de voltar a fazer algo que gosto muito e que há anos que não fazia: escrever despreocupadamente, pelo simples prazer de escrever.

 

Tens tempo para ler? Gostas de ler? E o que estás a ler neste momento?

Quem gosta de ler tem de arranjar tempo para ler. Eu ultimamente tenho lido bastante e tenho andado a roubar tempo ao blog.  

Ando a ler as Crónicas do Fogo e do Gelo, de George R. R. Martin. Neste preciso momento estou a meio do quarto livro: O Despertar da Magia. Estou a adorar, comecei a ler os livros no final de abril e já vou no quarto, portanto, diria que está a correr bem. 

 

Preferes uma saída com amigos ou um serão com tudo a que se tem direito... mantas, pipocas, batatas fritas...?

Adoro serões com tudo aquilo que se tem direito ou não fosse eu uma amante de filmes e séries. 

 

Se pudesses mudar de profissão, o que escolherias?

Ora aqui está...

Se eu deixasse de ser professora... Acho que gostaria de trabalhar em algo que estivesse relacionado com a escrita... Talvez numa editora ou na redação de um jornal ou revista. 

Também acho que gostaria de ter enveredado pela psicologia. 

 

(As quatro perguntas da Mimi)

 

Preferes ir à praia ou à piscina?

Gosto de ambos, mas o mar é maravilhoso. Lindo e inconstante, temperamental e sedutor. Praia sempre. 

 

Qual é o melhor presente que te podem/poderiam oferecer?

Podem. E espero que registem estas resposta.

Uma viagem para qualquer lugar, não sou esquisita. 


O que preferes: chocolate(s) ou gelado(s)?

Gelagos. 

 

O que é pior para ti: tirar sangue para análises ou ir ao dentista?

Digamos que são duas situações que normalmente são desconfortáveis, mas vou escolher tirar sangue, simplesmente porque é a tarefa que acaba mais depressa. 

 

(As quatro perguntas da Catarina)

 

Qual a viagem que ainda gostarias de fazer?

Há tantas viagens que ainda quero fazer que tenho muitas dificuldades em escolher apenas uma, por isso vou referir quatro: Nova Iorque, México, Islândia e Tailândia (ou Bali ou Vietname)... e podia continuar o resto do dia a enumerar sítios que preenchem os meus sonhos. 

 

O filme que vês vezes sem conta?

Há filmes que eu já vi muitas, muitas vezes... Posso dizer-vos os dois que me vieram logo à memória: A vida é Bela O Casamento do meu melhor Amigo.

 

O que te leva a perder a paciência?

Sem dúvida, injustiça.

 

Qual o teu blog "vício" que lês a toda a hora?!

Um dos blogs que eu mais visito é o blog do João Farinha, porque adoro fotografia, mas ele anda desaparecido e tem-nos privado das suas fotos. 

 

(As quatro perguntas da Gorduchita)

 

O que farias se tivesses a certeza que não serias apanhado/a?

Assaltar um banco não é um gesto muito nobre, certo? 

Assim sendo, acho que me infiltrava nas gravações da 8.ª e última temporada de Game of Thrones e sabia em primeira mão o que vai acontecer. Só por isso... Não pensem que era por causa do Jon Snow... 

 

O que mudarias em ti?

O peso, sem dúvida.

 

Que ações tomas, no dia a dia, para reduzir o teu impacto ecológico?

Não todas as que devia... Mas preocupo-me em poupar água e também eletricidade, faço reciclagem e tento usar produtos amigos do ambiente. 

 

Se tivesses de mudar de país e tivesses escolha, para onde irias?

Adoro Espanha, mudava-me de malas e bagagens para Barcelona, sem dúvida. 

 

 

Agora... Não vou fazer perguntas, porque não vou nomear ninguém. Acho que já toda a gente terá sido nomeada, dado que estou estou a responder a este desafio com algum atraso... Sorry!

 

 

Trabalho, trabalho e mais trabalho...

Meus amigos, tenho tanta coisa para fazer...

Tantos prazos para cumprir, tanta ansiedade para diluir, tantos documentos em espera e comportamentos incorretos para digerir... Que não sei para onde me virar. 

Só me apetece deitar, respirar fundo e esperar que passe. 

Acham que se fizer isso a coisa se resolve ou ainda se agrava mais? 

 

4cecace71f9ddb08ef31cef994dae7f4.jpg

                     (Imagem de Pinterest)

Expliquem-me cá...

Já é a segunda ou terceira vez que uma marca, (importa referir que não é sempre a mesma), me contacta, através do instagram, para estabelecer uma parceria e, normalmente, a proposta é algo parecido com isto: 

 

- dão-me 20% ou 30% de desconto num produto à minha escolha (eu tenho de comprar o produto inicial);

- dão-me um código para eu partilhar no meu instagram e/ou blog que dá acesso a um desconto de 10% ou 15% a quem use o meu código;

- (supostamente) se alguém usar o código que partilhei, terei posteriormente algumas vantagens.

 

Digam-me cá, vocês, que são experientes neste mundo dos blogs...

É assim que isto se processa?

Tenho andado a deitar oportunidades ao lixo? 

Isto parece-vos viável?

 

Contem-me tudo! Partilhem a vossa sabedoria comigo...

 

Obrigada!

 

0012-2y0n5qkyv6ptno176e5bm2.jpg

(Imagem aqui)

 

Não se assustem... Nos próximos 10 anos ninguém me deve contactar novamente.  E se algum dia decidisse embarcar em algo do género teria de ser de um produto que eu também gostasse, esse seria o critério n.º 1. 

Pág. 1/2