Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

há mar em mim

É tempo para refletir, respirar e apreciar!

20.12.18 | C.S.

É tempo de pausa. De correr apenas em direção a abraços apertados. 

É tempo para refletir. Pensar no que fizemos, arrumar e seguir em frente. 

É tempo para respirar. Apreciar os cheiros típicos desta época, deixá-los invadir-nos. 

É tempo de apreciar. Olhar à nossa volta, absorver e agradecer. 

Tenho andado num corrupio. Sem tempo para nada, sempre à pressa, sempre em stress e isso tem-se refletido até aqui, neste espacinho de que gosto tanto, mas que acaba por ser dos primeiros a ficar para trás quando não tenho mãos a medir. 

Já tenho todas as prendas de Natal compradas, fi-lo com tempo, já há alguns anos que adoto esta estratégia, comprar tudo cedo, para que o Natal - que adoro! - não seja mais um motivo de stress. 

O trabalho é que tem sido imenso. Desgastante. Mas agora está em pausa. Agora é para ver filmes, ler, beber bebidas quentes, ouvir músicas que nos enchem o espírito. Agora é para amar, dar, viver. Entregarmo-nos inteiramente. 

Deixem-se ir... E fiquem com esta intemporal. Linda. 

 

 

 

No fim-de-semana passado eu estive em Estrasburgo

12.12.18 | C.S.

É verdade. No fim-de-semana passado fui à cidade que é conhecida como a Capital do Natal. Estrasburgo. Exatamente a mesma cidade que ontem foi notícia pelos piores motivos. 

IMG-20181212-WA0001.jpg

 

Queria vir aqui falar-vos da magia natalícia que se vive nesta cidade francesa. Queria vir falar-vos da minha alegria quando vi a mais bonita árvore de Natal - que vi até hoje - ao vivo. Na praça Kléber. Na praça que ontem foi manchada de sangue e que no sábado estava repleta de famílias felizes a apreciar a vida e os momentos bons que ela nos proporciona. 

E por isso hoje não vos posso falar de alegria. 

Ontem, quando ouvi a terrível notícia, um arrepio percorreu-me o corpo. Estive em Estrasburgo há tão pouco tempo... Ainda estou a digerir a viagem. E agora isto. Não queria acreditar. 

Estrasburgo. Vi as suas cores, as suas ruas cheias de gente de todas as idades, a sua animação... E nada disto combina com sangue, tiros, medo, horror...

IMG_20181209_112506_220.jpg

 

O Natal não combina com nada disto. O Natal é amor, carinho, quentinho, fantasia, amizade, paz... E Estrasburgo é tudo isso. 

 

Vou tentar lembrar-me de ti assim, tal como te encontrei e te guardei para mim. 

IMG-20181212-WA0000.jpg

 

 

 

 

 

 

A minha carta ao Pai Natal

04.12.18 | C.S.

 

(Imagem aqui)

Querido Pai Natal,

 

espero que estejas bem aí pelo Pólo Norte. Os duendes estão a fazer bem o seu trabalho? Tu controla bem isso, homem, porque se falha uma prenda és capaz de ter uma contestação superior à dos coletes amarelos. 

 

Como está o Pólo? Já derreteu muito? Uma vez que vives aí, não deverias, nos primeiros seis meses de cada ano civil, (nos outros não, que estás ocupado com as prendas! A malta compreende.), arregaçar as mangas e, juntamente com uma trupe de duendes, a mãe Natal e os vossos filhinhos, tratar de arranjar uma solução para isso? Ou pelo menos marcar uma reunião com o Trump de modo a que lhe possas dar um valente puxão de orelhas, ameaçá-lo com todos os fantasmas de Natais que tenhas à mão, para ver se, de uma vez por todas, o senhor se convence que o aquecimento global não é uma invenção. 

 

Quanto a Portugal, país onde eu vivo, queria pedir-te para varreres os corruptos. Todos! Não precisas de recorrer à violência, dá-lhes do mesmo produto que usas com as tuas renas para pô-las a voar. Mas dá-lhes a dose adequada para a viagem só de ida. Eles que fiquem em Vozrozhdeniya que, segundo a uma pesquisa no Google, é um dos locais mais inóspitos do nosso planeta. Não te peço para os enviares para o espaço porque não acho justo que os ET's tenham de levar com o nosso lixo. 

Se ainda te sobrar um bocadinho de tempo para este retângulo, será que podes enviar o Toy para um local igualmente inóspito? Mas escolhe outro. Os corruptos são corruptos, mas também não merecem ouvir o Toy para o resto da vida. 

 

Outra coisa... O teu saco vermelho armazena as prendas numa outra dimensão, certo? Achas que no final da tua grande tarefa anual podes armazenar nessa dimensão todo o plástico que temos neste momento nos oceanos? Ficar-te-ia imensamente agradecida. 

 

Ainda te posso fazer dois pedidos a pensar unicamente no meu umbigo? Devo poder... Afinal és famoso por ter um coração gigante. 

 

Cá vai... 

 

1.º Por favor, não permitas que matem o Jon Snow no final da Guerra dos Tronos. Não sei se sobreviveria a uma segunda morte do rapaz. E não vale ficar meio-morto e de olhos azuis!

 

2.º Preciso de um pijaminha quentinho, mas não de tecido polar que aquilo faz-me aflição. Escolhe um fofinho e com bonecos. Deixo ao teu critério. 

 

E é só! Espero que tenhas começado a tratar de tudo com antecedência e que não deixes as tarefas para a última hora, porque é um horror tratar das prendas de Natal em cima do joelho. 

 

Beijinhos da tua eterna fã,

C.S.

 

 

 

 

E o artigo 13 não vai afetar os blogs?

03.12.18 | C.S.

Esta é, para mim que tenho um blog, A pergunta que tenho em relação ao assunto do momento. 

 

O artigo 13 vai ou não afetar os blogs? 

 

Deixem-me, em primeiro lugar, dizer-vos que não estou esclarecida a 100% sobre este assunto.

Vi parte do vídeo do Wuant, mas não o consegui ver todo porque não tive paciência. A forma como se expressa, a raiva crescente, o tom alarmista... Foram demasiado para mim. 

Vi também o vídeo da Bumba na Fofinha. E aqui comecei a ter algumas luzes sobre o assunto. Acho que os argumentos que ela usou foram bastante pertinentes e a verdade é que concordo com aquilo que ela diz, já se falou muito sobre o tema, mas há muitas questões que não são claras. 

Depois fui pesquisar mais um pouco e li o artigo do Polígrafo (aconselho a que o leiam). Achei que esclarece muitas dúvidas e deixa-nos com a certeza de que, se o Artigo 13 for para a frente, a internet, tal como a conhecemos, irá mudar a partir de 2019. A mesma linha de pensamento segue-se neste texto da Sic Notícias. 

 

Agora pergunto-me...

Fala-se dos gigantes... YouTube, Google, Instagram... Mas as plataformas de blogs também não serão afetadas se esta lei for para a frente? 

 

Por exemplo, quando escrevo sobre um filme (facto que acontece com alguma frequência por aqui) e decido ilustrar o post com uma foto do mesmo, ainda que identificando o link donde retirei a imagem, estou a violar os direitos de autor? Deixo de poder partilhar essas imagens? 

 

Quando ouço uma nova música que gosto e decido vir aqui partilhá-la, com o intuito de dá-la a conhecer, estou a violar os direitos de autor ou estou a publicitar a música em questão? 

 

Ao partilhar a imagem de uma campanha publicitária de uma marca, (roupa, perfume, etc.), estou a violar os direitos de autor ou a divulgar a marca em questão, simplesmente porque me apetece? 

 

Deixo de poder citar?

 

Tantas questões. 

Mas tenho de esclarecer que, segundo o que li, os grandes afetados são, supostamente, os gigantes a que me referi anteriormente. Como? Pagando uma taxa de cada vez que um conteúdo seja publicado.

Agora digam-me? Vão o Youtube, Google, Intagram... pagar de cada vez que nos apetecer partilhar uma imagem dos Simpsons, de Game of Thrones, do SLB, da D&G, do Jamie Oliver... Ou vão, simplesmente, bloquear todos esses conteúdos para que não os possamos partilhar? 

(Imagem aqui)

 

Sabem o que vos digo? O Casal Mistério que se cuide... Parece que vão ter de repensar o conceito do blog.  

 

 

 

 

 

 

 

Como assim?!

02.12.18 | C.S.

Uau!

Desde 15 de novembro que não dava um ar da minha graça? Como assim?! Como passou tanto tempo?!

Hum... 

...talvez tenha sido pelas toneladas de trabalho que tenho em mãos.

...pelo facto de estar a precisar mesmo de uma pausa.

...por ter começado a passar mais duas horas do meu dia (obrigatoriamente) no meu local de trabalho.

...por andar preocupada com a operação a que a minha mãe foi sujeita (don't worry, correu tudo bem!). 

...por me apetecer, no tempo que tenho livre, desligar o cérebro em frente à tv.

 

Sim, estou desconfiada que foi por tudo isto. Mas o tempo avança e temos dezembro aí...

Por isso, aqui me têm. Cansada, mas feliz. A precisar de uma pausa que chegará em breve. Agradecida. 

Am-Wochenende-wird-es-eisig-kalt.jpg

(Imagem aqui)

 

Deixo-vos aqui um miminho/sugestão para o final da tarde de hoje. 

Eu? Eu vou fazer a minha árvore de Natal com A. 

 

E sabem que mais?

Tenho saudades vossas!