Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

21
Fev20

Que coisas se sabem neste país, mas que se ignoram?

C.S.

Não me espanta esta notícia

Se não a quiserem ir ler, eu dou-vos o atalho: todos os arguidos, no caso da derrocada na estrada de Borba, (onde morreram cinco pessoas, se bem se lembram), - alegadamente - sabiam das condições em que a mesma se encontrava. 

Espantados? Eu não. 

Imaginam porque não? Porque trabalho numa escola que tem fendas assustadoras. Todos os dias professores, alunos e funcionários falamos do assunto. Os miúdos tiram fotos e fazem vídeos das fendas e vão partilhando entre si. Não pensem que são duas ou três. Não! São várias, por toda a escola, que parece que pode ruir a qualquer momento. É medonho. 

E não fazem nada? - pensam vocês.

Fazemos o que podemos, mas se calhar não o que devíamos (que na minha modesta opinião era fechar a escola por tempo indeterminado, até que o ministério da educação tomasse uma atitude). 

Já fechamos a escola em protesto, um dia. Alunos, professores e funcionários. O meu grande espanto foi que nem um encarregado de educação (E.E.) se juntou a nós, com exceção do representante dos EE.

Que efeito surtiu? Alguém, entretanto, foi à escola, viu, analisou e nada ainda foi feito. Disseram que é algo facilmente reparável. Pois, sim... Deve ser, deve...

Se a escola ruir e se se der um enorme acidente também irão concluir que toda a gente sabia do risco disso acontecer e nada se fez. Todos os dias, quando ando lá pelos corredores, penso nisto. 

Tal como várias pontes deste país estão em risco de ruir e toda a gente que deveria saber, talvez saiba e pouco ou nada faz. 

Tal como se sabe que ainda há imensas escolas cheia de amianto, e as consequências que isso pode trazer para a saúde, e nada é feito. 

Sim, se estão a pensar se a minha escola além de poder ruir tem amianto, a resposta é afirmativa. Está cheia dele. Se mesmo assim vou trabalhar? Vou. Vamos. E mais de 1000 alunos também andam por lá diariamente. 

 

Mas o ministro da educação ontem esteve no 5 para a meia noite, criou uma conta de instagram e passou a ser fixe. Sim, isso é que interessa. 

(Imagem aqui)

 

Tenham uma ótima sexta-feira. 

20
Fev20

A ideia que não larga

C.S.

Em janeiro fiquei doente. Nada de especial. Uma constipação. Fui ao médico porque tenho de ter cuidado quando fico com tosse, uma vez que já tive pneumonia e uma lesão num pulmão. Fiz a medicação e a coisa foi passando. Mas volta e meia lá vinha a dor de garganta, o pingo. Mal-estar no trabalho, que exige constantemente que fale. Uma moinha no ouvido. Andei assim o mês de janeiro e parte de fevereiro. 

Não estava propriamente doente, mas também não me sentia a 100%. Voltei ao médico. Uma inflamação chatinha e o sistema imunitário em baixo. Quatro dias de atestado médico em casa, para recuperar, para descansar. Uma pausa inoportuna mas necessária. 

É o que estou a fazer. 

Mas...

O que é que acontece?

É uma história que se repete, na verdade. 

Sempre que estou em casa, de férias ou por estar doente, há uma ideia que me persegue. Persegue é a palavra certa, porque ela parece que está hibernada, escondida quando eu ando embrenhada na rotina dos meus dias, mas basta que a rotina abrande e ela atinge-me. Sempre certeira. Ora de forma mais abrupta, ora de mansinho, às vezes até parece que através de sinais. E eu fico sempre meio perdida. Meio atrapalhada. Meio sem saber o que fazer.

A ideia é esta: o trabalho que estás a fazer não é para sempre. Pelo menos não é o que te realizará completamente. 

E é isto. 

Ano após ano. 

A puta da ideia não me larga. Dá-me um intervalo, mas parece que está colada a mim. 

(Imagem aqui)

07
Fev20

#2 Sugestão para o fim de semana: Sex Education

C.S.

Se por acaso ainda não viram a segunda temporada de Sex Education, da Netflix, este é um bom fim de semana para fazê-lo. 

Esta série foi uma das surpresas de 2019, (falei-vos da temporada 1 aqui), e o início de 2020 trouxe-nos a segunda temporada.

(Imagem aqui)

Nesta segunda temporada Otis,  (Asa Butterfield), parece estar feliz com a sua relação com  Ola, (Patricia Allison), e confiante de que as coisas só poderão correr-lhe melhor agora que tem namorada. Mas todos sabemos que o amor é complicado e na adolescência ainda pior. É quando Maeve, (Emma Mackey), regressa a Moordale que tudo se complica. 

Já Eric, (Ncuti Gatwa), melhor amigo de Otis, está dividido entre dois amores e afirma-se, uma vez mais, como um dos personagens mais interessantes e queridos desta série. 

O que também é muito interessante ver nesta segunda temporada é a forma como a mãe de Otis, Jean, (Gillian Anderson), se integra na escola, como terapeuta, ao mesmo tempo que vai lidando com o facto de poder estar efetivamente apaixonada, coisa que não lhe acontecia há anos. Parece-me que a introdução desta personagem na escola é uma forma de sermos alertados para a necessidade que há de falar com os jovens sobre a sexualidade. 

 

Resta-me dizer-vos que, ainda que não me tenha surpreendido tanto quanto a primeira temporada, gostei bastante da segunda temporada de Sex Education e os oito episódios que a constituem sabem a pouco. Adorei o episódio onde ressalta a solidariedade feminina, que tanta falta faz numa sociedade como a nossa. 

Nota final para os locais onde a série é filmada, pois somos brindados com paisagens deslumbrantes, de um verde lindíssimo. Quem não quereria viver na casa de Otis e estar rodeado de verde? Eu queria! Vejo-me a tomar o pequeno almoço e a ler um livro naquela varanda maravilhosa. 

 

 

06
Fev20

Os melhores hotéis para celebrar o amor (em qualquer mês)

C.S.

Aproveito a proximidade do Dia dos Namorados para fazer este post, mas a verdade é que o romance pode (e deve!) ser cultivado em qualquer mês. E para mim não há nada mais romântico que uma escapadinha a dois. 

Vou-vos listar os hotéis para onde eu iria de bom grado namorar muito. 

De sul para norte, venham sonhar comigo e, quem sabe, tirar apontamentos. 

 

  • Martinhal Sagres Beach Family Resort Hotel 

Se o vosso desejo é uma escapadinha junto ao mar este hotel é perfeito. Situado no barlavento algarvio, a poucos quilómetros de Sagres, pode ser a pausa que procuram. Que tal um passeio de mão dada à beira-mar?

 

  • Convento do Espinheiro, Historic Hotel & Spa

É nos arredores de Évora que poderão encontrar este luxuoso hotel. Deixem-se levar pela paz que o Alentejo proporciona e permitam-se desacelerar.

Não deixem de apreciar a belíssima comida alentejana ou de passear de mão dada com a pessoa que amam pelo centro histórico de Évora. 

 

  • Quinta Da Comporta - Wellness Boutique Resort

Este lindíssimo hotel consegue estar muito perto do mar, mas proporcionar a calmaria que só o campo é capaz de nos transmitir, para além disso tem duas piscinas (interior e exterior) deslumbrantes. Aqui sugere-se o passeio ao pôr do sol, pois todos sabemos que o Alentejo propicia-nos alguns dos melhores pores do sol do país. 

 

  • Luz Charming Houses 

Ainda que, quando se pense em romance não nos venha imediatamente a cidade de Fátima à memória, creio que este hotel merece a vossa atenção. Com uma decoração única e quartos que nos convidam à doce preguiça, será fácil deixar os problemas à porta. Aqui a sugestão é escolher o quarto que mais se adeque ao vosso gosto, pois uns têm lareira e outros banheira, elementos que podem facilmente potenciar o romance. 

 

  • Casa de São Lourenço

Eu, uma fã do mar, não podia adorar mais a paisagem de serra/montanha e este hotel, localizado em Manteigas, goza de uma situação geográfica fascinante. Aqui respira-se ar puro. Aqui a minha sugestão não podia ser outra, apreciem a paisagem e, porque não, levem o vosso livro preferido e desfrutem dele no cenário ideal. 

 

Eu ia só colocar um hotel no Douro, mas não me consegui decidir. Para além disso, eu sou, desde agosto de 2019, uma apaixonada pela Douro, que é, quanto a mim, uma das zonas mais românticas do país. 

 

  • The Wine House Hotel - Quinta da Pacheca

A Quinta da Pacheca é amplamente conhecida pelos seus vinhos, mas também tem um hotel deslumbrante, onde poderão dormir numa pipa de vinho, se assim o desejarem. Aqui têm de fazer um passeio de fim de tarde por entre as vinhas e se isto não é puro romance, então eu não sei o que será. 

 

  • Six Senses Douro Valley

Este hotel está situado numa colina com vista para o rio Douro e só isto bastaria para nos convencer, o Six Senses promete ser uma experiência ímpar. Decorado com um exímio bom gosto e recorrendo a elementos naturais, este hotel é o refúgio ideal para reacender a paixão ou para um pedido de casamento. 

A propriedade tem cerca de 8 hectares e vários recantos para relaxar e deixarmo-nos entregar aos belíssimos prazeres que a vida na Terra nos proporciona, incluindo um dos spas mais bonitos do país. 

 

Ficaram com vontade de raptar a vossa cara metade e fugir para um destes destinos? Qual? Contem-me tudo!

 

 

(Todas as imagens deste post foram retiradas de Booking.com)

04
Fev20

"Trabalhar no Interior" ou A nova Propaganda do Governo

C.S.

Governo dá até 4800 euros a quem for viver para o interior

 

Este era o título de uma notícia de ontem, do Jornal Público. 

O anuncio foi feito pela Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e tratam-se de uma série de medidas que visam incentivar as pessoas a fixar-se no interior do país. 

Mas eu tenho algumas questões, porque não me parece que sejam os 2000€  a 4000€ (e resta saber que tipo de condições têm de ser reunidas para os receber...) que vão resolver esta problemática, que é real, bem real. 

Por exemplo:

- E a falta de médicos?

- E a falta de meios nos hospitais e/ou centros de saúde?

- E a falta de lares?

- E a falta de creches?

- E a falta de transportes públicos? (A rede de comboios no interior do país é uma anedota.)

- E a falta de infraestruturas (do desporto à cultura, é escolher)?

- E as pessoas que, como eu, são do interior do país, trabalhadores do estado, e mandam-nos para o litoral (Lisboa e Algarve, essencialmente)?

 

Fica bonito dizer que se criaram incentivos. Fica bem, nas "gordas" dos diversos jornais, anunciado um incentivo monetário do governo, mas a mim parece-me que isto é, uma vez mais, tapar o sol com a peneira. Na prática ficaremos na mesma. 

(Imagem aqui)

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D