Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

há mar em mim

3. Coisas parvas (que eu penso)

12.07.17 | C.S.

- Acho estranho que um dos blogs mais seguidos aqui da zona tenha como principal função armazenar.

- Armazenar?

- Sim, armazenar receitas alheias. Dizem mais ou menos isto:

 

Bolo de chocolate absolutamente maravilhoso e inigualável, apenas com 1,5 ingredientes e com pouquíssimas calorias.

 (Imagem aqui)

 

Leva isto e meio aquilo. Mas se querem saber mais vejam aqui (que nós não queremos ou não podemos divulgar mais e sim, está escrita em inglês).

 

E é esta a receita para o sucesso e para editar livros e tudo e tudo e tudo...

3 comentários

  • Imagem de perfil

    C.S.

    12.07.17

    😂😂😂
    Não digas isso, é claro que te lêem. Eu leio e como eu há mais, que eu bem sei. Admiro uma coisa no teu blog, verdadeiramente, é o facto de te manteres sempre fiel às tuas ideias, sem pensares se vão provocar ou irritar alguém.

    Agora sobre aquilo que aqui exponho e que acho que vai de encontro ao que escrevi outro dia, sobre autores fantasmas, creio que deveria ser tudo mais transparente. Num mundo ideal, quem teria sucesso é quem tem talento, não quem tem uma cara gira ou quem tem amigos influentes ou, ainda, quem tem dinheiro para pagar o sucesso.
    Vais dizer que o público deveria ser mais exigente, claro, e eu concordo contigo, mas se houvesse valorização do que é realmente bom o que chegava ao público já corresponderia mais à realidade.

    Não sei se ainda estou a fazer sentido. 😂
    Mas alinho nesse movimento que propões. 👍




  • Imagem de perfil

    Robinson Kanes

    12.07.17

    Não procuro irritar sabes… Talvez procure, com alguma frequência, provocar. Penso que é preciso um abanão para algumas coisas começarem a mexer com a cabeça e com a própria actividade dos indivíduos. Claro que não se pode estar sempre a carregar… Confesso aqui em primeira mão que já tive um pedido de publicidade que influenciava directamente a minha opinião, não se chegou a acordo, não queria abdicar da mesma e desejaram-me boa sorte para ter muitos leitores, algo que (segundo os mesmos) nunca conseguiria com um empurrão. O meu blog não é uma organização e não está sujeito a pressões. Sei o que é negociar publicidade, mas isso é quando queremos vender um produto ou serviço e com isso conquistar dividendos. Nada contra, bem pelo contrário.
    No entanto, acredito que a relação que crias com quem te lê (e nem pensei nisso quando comecei a debitar palavras no blog) acaba por se fortalecer e de repente deparas-te com um público que te segue por pequenos ou grandes traços que, sejas bom ou mau fazem alguém ir ler aquilo que escreves. Se um dia quiser um blog "publicitário" serei o primeiro a colocar essa informação no topo da página.

    Em relação à questão que colocas: e nós? Será que como pessoas fazemos alguma coisa para promover uma cultura de meritocracia? E nem falo num combate directo a este ou àquele tipo de gestão (seja de blog ou do que for), mas em alternativa. Há sempre espaço para todos.

    Faz todo o sentido.

    O movimento! Já estou a ver que pode ter seguidores, mas a brincar que o digas foi uma temática que já abordei com uma pessoa deste mundo...
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.