Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

há mar em mim

A ilha de Fuerteventura

03.10.18 | C.S.

Em julho estive oito dias nas Canárias, na ilha de Fuerteventura. Sim, é verdade, este ano voltei às Canárias. Porquê? Simples. Conseguem-se fazer umas boas férias sem pagar preços exorbitantes neste cantinho do mundo, as praias são lindas e variadas, (praias de areia branca, praias vulcânicas, praias com pedrinhas brancas que parecem pipocas, praias com esquilos...), não há aglomerado de turistas e temos tempo para desfrutar da ilha, sem stress, que é palavra que não se quer associada a uma férias. 

BE36364D-1C15-4A5A-986B-448AB28FE5EC.png

 

A ilha de Fuerteventura, na minha opinião, encontra-se em estado mais selvagem que a ilha de Lanzarote, (que visitei em 2017). Lanzarote tem um plano de ordenação, uma série de regras que têm de ser cumpridas para conservar a ilha tal como está, facto que a torna mais bonita aos olhos. No entanto, em Fuerteventura é mais autêntica! Tem ainda muitas estradas que não têm asfalto, tem um bairro de caravanas clandestino, no norte da ilha, onde vi crianças a correr atrás de uma bola, descalças, genuinamente felizes. Tem praias que não estão nas rotas turísticas e que só indo à sorte é que nos deparamos com elas. E como valem a pena!

 

62474040-60D4-47DA-9528-5ACE171A3AAA.png

 

ADA95971-8EC0-4B9B-AC15-FC00A78AAA75.png

 

Fuerteventura é a ilha das praias belíssimas, extensos areais e o Atlântico em todo o seu esplendor. Uma ilha de vulcões e dunas.

 

02066225-FF9B-4B84-9749-55343AFC8DFB.png

BDE7557D-592E-4C12-A7B6-04377220846F.png

9E5C55B6-B01A-40CD-A679-3188ED250580.png

 

É árida e quente, não fosse ela estar a pouco mais 100km de distância de África e receber, daquele continente, as suas areias de presente. Areias que vêm do Saara e que se alojam na zona de Corralejo. 

As suas gentes vivem de forma simples, indo buscar os seus rendimentos ao mar e ao turismo. A vida é mais lenta nas Canárias. Há tempo para tudo, até para respirar e absorver o que nos rodeia. 

 

13FA5568-BCF3-40C9-91FD-30524F164399.png

8984D022-6A6A-495D-91AE-DFA3C3DD4656.png

08662C70-434A-4CC6-B26D-62D4F85403D4.png

C4971BE6-CB1E-4173-8BD1-FDC734F6F2FB.png

 

Eu e o A. adorámos estas férias. Infelizmente, parece-nos que já foram há imenso tempo. Eu ia já outra vez...

Mas para o ano já concordámos que nos vamos tentar afastar de território espanhol. Ainda que eu adore Espanha e me sinta sempre em casa, quero algo diferente.

 

Este ano voltámos às Canárias porque o A. adorou Lanzarote, eu também, mas ele ainda mais. Ficou encantado com a ilha e só falava em voltar, por isso fomos conhecer a ilha ao lado. Sei que havemos de regressar às Canárias, certamente, mas julgo que não será no futuro mais próximo.

 

Veremos...

 

 

25 comentários

Comentar post

Pág. 1/2