Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

Este blog que é totalmente dispensável...

A medida do tempo é aquela que nós queremos. 

Ou a que percecionamos. 

Quase um mês pode ser muito pouco.

Quase um mês pode ser uma eternidade. 

 

Há quase um mês que não tem havido mar em mim. 

Tem-me escapado por entre os dedos. 

O cansaço acumulado tem-me entorpecido as ideias e ampliado a preguiça de aqui vir. 

Os dias têm-se passado. 

Umas vezes com mais para contar que outras. Mas maioritariamente tenho sentido que este blog é dispensável. 

Talvez ainda não para mim. Mas é. E, no entanto, ontem tive 42 visualizações. Quase um mês depois de inatividade ainda há quem passe por cá. 

E duas pessoas já me perguntaram quando volto. E se volto. 

 

E quase um mês volvido, eu sinto que não consigo dizer adeus. Nem sequer um até já. 

O mar que há em mim é, neste momento, um pequenino rio. Mas ainda flui. 

Não me parece que seja desta que seque...

 

Até...

 

InstagramCapture_0a60f0ec-29bf-4149-b160-cac7e9268

 

 

23 comentários

Comentar post

Pág. 1/2