Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

11
Out18

Feliz com algo banal...

C.S.

Chove lá fora. 

O céu está cinzento.

Hoje as temperaturas não devem ir além dos 21 graus. 

E eu sinto-me feliz.

Redondamente feliz.

Feliz por este tempo. 

E feliz, tal não é a redundância, por me aperceber que conservo em mim a capacidade (ou ingenuidade) de me surpreender com as estações. 

Sempre tive dificuldade em dizer qual é a minha preferida. 

Sim, adoro o verão. Adoro o mar no verão. O pé na areia. O biquíni. Os dias grandes. A descontração das férias...

Mas também adoro o outono e a sua nostalgia. Estas manhãs frescas. O regresso às bebidas quentes. As castanhas...

Já o inverno traz consigo o Natal. O brilho. Os sonhos. Os fins-de-semana de manta e filmes. A roupa quentinha...

E depois vem a primavera, que parece sempre um despertar. Traz o verde e as flores. Os dias que se parecem alongar...

Gosto de tudo isto. Apercebo-me.

E sinto-me feliz por ainda me deixar animar por algo tão banal como as estações. 

 

584d848960fb82.31733110chocolat-derretido1.jpg

(Imagem aqui)

17
Out17

É oficial...

C.S.

...hoje senti frio.

Quando cheguei a casa fui buscar um pijama de manga comprida. E como eu gosto disto!

Mas falta a chuva.

Ontem esperava que chovesse. Fui várias vezes à janela espreitar e nada. Há que tempos que não desejava genuinamente que chovesse.

Correndo o risco de parecer uma avozinha digo-vos que esta seca que assola o país é muito preocupante. Preocupa-me. Juntado aos trágicos incêndios e à quantidade de água que se tem gastado para tentar dominá-los, creio que vivemos uma verdadeira crise e que não estamos preparados para enfrentá-la.

O governo já deu mostras de incapacidade para resolver estas problemáticas. Também já demonstrou total insensibilidade para com estas questões, porque não basta dizer que se lamenta. Não basta decretar dias de luto.

Não se pode vir a público, num momento em que o país atravessa tamanho pesadelo e precisa de verdadeiros líderes, dizer algo assim: "habituem-se e não se queixem muito, porque isto não ficará por aqui.". E não me acusem de ser hiperbólica, porque espremidas e simplificadas as declarações dos elementos do governo transmitem-nos mais ou menos isto.

 

Ah!...é verdade...já me esquecia... Viram as imagens da Galiza? Viram a quantidade de gente que saiu à rua para manifestar o seu desagrado para com os governantes e pressionar para que sejam tomadas medidas e garantias de que os fogos não se repetirão? Viram? Sabem quantas vidas se perderam na Galiza? 2.

Demasiadas para eles. E nós? Nós engolimos as declarações secas destes governantes ávidos de poleiro, mas que de líderes têm muito pouco.

Era isto...

 

26
Mar17

Um aviso à navegação

C.S.

Este fim de semana dei um saltinho ao Alentejo, hoje, no regresso, apanhei uma chuvada como nunca tinha apanhado, pelo menos ao volante, e eu já conduzo há mais de 10 anos.

 (Imagem aqui)

A dada altura pensei que o melhor era meter-me na autoestrada, pelo menos assim tinha a certeza de que não iria aparecer nenhum de frente, pois a visibilidade era mesmo muito, muito, muito reduzida.

Mas sabem o que me espantou?  Naquelas condições, para além da velocidade a que alguns carros circulavam ainda o faziam de luzes apagadas. E eu assim: . Mas esta gente está louca? Não tem amor à vida? Tem mesmo assim tanta pressa? Enfim...

A prudência, especialmente nestas condições, nunca é excessiva.

(Imagem aqui)

Depois dizem que os militares da GNR são muito maus, que fazem caça à multa, etc., etc., etc.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D