Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

12
Nov18

"A lei hoje permite..." ou coisas estúpidas que ouço logo pela manhã

C.S.

Sou benfiquista. Já liguei muito ao futebol, mas hoje não sei praticamente nada do que se passa. E não, não é por o Benfica andar a perder uns jogos. Não é de agora que me desliguei desta realidade que movimenta milhões de pessoas. 

Faz mais de 10 anos que a minha paixão pelo futebol foi esmorecendo. Deixei de acompanhar aos poucos e hoje pouco ou nada sei. 

E o que sei é isto:

- Sei quando o Benfica é campeão e sei que o ano passado não o conseguiu ser.

- Sei que o Portimonense está na 1ª liga.

- Sei que o Sporting há uma data de anos que não ganha um campeonato.

- Sei que o Porto foi campeão o ano passado.

- Sei que o Sporting teve um presidente fanático. Obcecado com o Benfica e que quase afundou o Sporting. E sei que este presidente é suspeito de engendrar e/ou colaborar com um plano de violência gratuita que visou os jogadores do Sporting e o seu treinador. 

- Sei que o futebol movimenta paixões, na mesma medida que movimenta milhões e milhões de euros.

- Sei que se dá demasiada importância a este desporto. 

E hoje, quando ia no carro, a caminho do meu local de trabalho ouço que Bruno de Carvalho, antigo presidente do Sporting, foi detido e, em seguida, ouvem-se declarações do seu advogado: 

A lei hoje permite detenções à noite, o que não era sequer possível no Salazarismo. E permite, portanto, estes abusos extraordinários de pretensas diligências, que são objetivamente atuações infamantes, aviltantes e vexatórias. 

 

(ver a partir do segundo 29)

 

Ora, porque estou eu aqui com este palavreado todo? Porque estas declarações não me saíram da cabeça todo o dia. Incomoda-me que o Sr. Advogado ache que não podem ser feitas detenções à noite e tenha invocado o regime ditatorial como exemplo de defesa desta sua ideia. 

Os crimes podem ser praticados à noite, mas as detenções não? 

O suspeito estava a celebrar o S. Martinho e por isso deveriam ter-lhe ligado a questionar quando lhe dava mais jeito a detenção?

Deverá a GNR e a PSP fechar os postos durante a noite, uma vez que os hipotéticos criminosos não devem ser incomodados entre as 18h e as 7h? 

Estou cansada do futebol e dos disparates que associados a ele surgem, mas sobretudo estou farta de que neste país ganhe destaque, que é como quem diz cargos com poder, gente sem princípios e com valores e ideais duvidosos.

Por isso, sim, eu fico mais descansada se continuarem a fazer detenções à noite, ao pequeno-almoço, na Páscoa ou Noite de Consoada...

O que não queremos é que continue a haver impunidade para gente que tem dinheiro para a pagar. Que haja justiça! Que sejam detidos, bem julgados e que se cumpram as penas, caso sejam confirmados como culpados. 

23
Jun17

Tenho de partilhar esta agradável surpresa convosco :)

C.S.

Olá! Olá!

 

Como estão?

Estamos quase de fim de semana e precisamos de coisinhas agradáveis, que nos distraiam, e não há melhor que recorrer à arte para isso, neste caso, à música, para ser mais precisa.

Por estes dias o A. falou-me de um novo trabalho de João Gil que celebra os seus 40 anos de carreira e que se revelou uma agradável surpresa. Para vos dizer a verdade, estou viciada em algumas músicas, daquelas que todos conhecemos e sabemos de cor, mas que com a nova interpretação ganharam outro fulgor.

Quanto a mim, João Gil não poderia ter celebrado de melhor forma, pois reuniu mas de 30 nomes do panorama nacional e lançou um novo trabalho, composto por 2 cd's de uma enorme qualidade. Desde, Rui Veloso, Jorge Palma , Miguel Araújo, António Zambujo, Luísa Sobral, Márcia, Carlão, Vitorino, Tim, Pedro Abrunhosa, Raquel Tavares, entre tantos outros, estão todos reunidos para celebrar com João Gil e o resultado é um trabalho refrescante, mas que serve para matar saudades.

Se puderem e forem apreciadores, como eu sou, de boa música portuguesa, aconselho-vos a adquirir este trabalho, tenho a certeza de que não se arrependerão. Podem fazê-lo aqui ou noutro sítio qualquer.

1540-1.jpg

(Imagem aqui)

10
Mai17

Preferia não ter ouvido...

C.S.

(Imagem aqui)

Quando eu estou no carro, por norma, vou a ouvir rádio. Habitualmente a Rádio Comercial. Acontece que ontem ouvi duas coisas que preferia não ter ouvido.

1.ª Um anúncio horrível (felizmente não me recordo o que publicitava), que supostamente tenta recriar vários sotaques de distintas zonas do país. Um conselho... Se querem recriar a pronuncia alentejana num anúncio, falem com um alentejano. Se querem recriar a pronuncia do norte, falem com alguém do norte (e averiguem se é mesmo da zona que pretendem). Se querem recriar a pronuncia algarvia, falem com um algarvio. E por aí fora... Não é difícil e com isso evitam serem os responsáveis pelo anúncio mais irritante de sempre.

 

2.ª Parece que uma senhora (e por senhora, entenda-se adulta), de nacionalidade portuguesa, achou que deveria ser giro ter a magnífica experiência de jogar a um jogo da moda. Raspadinhas? Placard? Nãooooooo... Baleia Azul!!!

Ao que parece a senhora só queria experimentar uns quantos desafios e não tinha como objetivo suicidar-se.  Acontece que quando quis desistir do jogo foi ameaçada e decidiu ir fazer queixa à polícia.

Agora pergunto eu... Que adulto, no seu perfeito juízo, decide que quer jogar a este jogo doentio que, ao que parece, anda a apanhar jovens fragilizados?! Quem?!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D