Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

06
Mar19

O dia em que a B. conheceu o Miguel Araújo

C.S.

Lembram-se de vos ter dito, (aqui), que a prenda de aniversário que ofereci à B. foi bilhetes para um concerto do Miguel Araújo? 

 

No dia 16 de fevereiro lá fomos ao belíssimo e único Teatro Garcia de Resende, em Évora, - se não conhecem aconselho-vos vivamente a fazê-lo - para assistir ao concerto. O espetáculo foi inserido no festival de música do Dia dos Namorados, Às vezes o Amor, do Montepio, e serviu como pontapé de saída para a digressão que o cantautor está a fazer pelo país, a solo, e que dá pelo nome de Casca de Noz.

(Imagem aqui)

 

 

Com o aproximar da hora do espetáculo a minha sobrinha, com os seus 8 anos acabadinhos de fazer, estava numa ansiedade que só vista. Proferiu frases como: "Tia, parece que tenho as pernas a tremer.", "Mas porque é que o tio está a demorar tanto para estacionar o carro?", "E se nos atrasamos?".

 

1.png

 

 

Com um bocadinho de atraso, que à B. pareceu uma eternidade, o concerto lá começou. Enternecedor. Intimista. Encantador. Miguel Araújo foi tudo isso, com as suas letras e algumas músicas que ele foi buscar a quem o inspira. Para mim, o momento alto da noite foi quando o Miguel cantou País do Gelo, de Rui Veloso. Não conhecia a música e a interpretação que o Miguel fez arrebatou-me. 

 

2.png

 

 

E a B.? A B. estava a cair de sono.  Fez um esforço enorme para se manter acordada e conseguiu. E no final ganhou uma dose de energia vinda não sei de onde. Quando lhe disse que já podíamos ir para casa, ela respondeu-me:

- E o meu desenho?

- Ainda queres tentar entregar o desenho, não tens sono?

- Claro que quero entregar, tia!

 

Conclusão: lá perguntei a um dos técnicos da equipa do Miguel se era possível entregar-lhe o desenho dela e ele disse que se esperássemos uns 10 minutos ele viria recebê-lo pessoalmente. Deveriam ver a cara da miúda. Entre a vergonha e o entusiasmo lá esperou. E não só entregou o desenho, como lhe disse: "Desculpa, fiz para ti, mas foi um pouco à pressa.", tirou foto e ganhou dois beijinhos. 

Quando entrou no carro: "Nem acredito que isto me aconteceu. Foi o melhor dia da minha vida. Tia, podes enviar a foto à mãe? É que eu quero pô-la no meu quarto.". 

 

E foi isto. Momento únicos que não se esquecem. 

 

22
Set18

A notícia da semana...

C.S.

Para mim, a notícia da semana foi...

...a vinda de Ed Sheeran a Portugal! Também ficaram entusiasmados?

E ainda por cima o concerto não podia ser num local melhor... No Estádio da Luz!!!

Eu e a minha irmã iremos tentar comprar bilhete para assistir a este espetáculo que será, seguramente, inesquecível.

Já estou a adorar 2019... Irá trazer-nos a oitava temporada de Game of Thrones e, agora, também Ed Sheeran a território nacional.

04
Set18

É hoje!...

C.S.

(Imagem aqui)

 

Tenho os bilhetes comprados há meses. A expectativa alta. E o entusiasmo no nível máximo. 

Gosto muito dos Imagine Dragons e falei-vos aqui da minha nula experiência neste tipo de concertos, por isso hoje vou de coração cheio. 

 

Feel the wind in your hair
Feel the rush way up here
We're walking the wire, love
We're walking the wire, love
We're gonna be higher, up
We're walking the wire, wire, wire
There's nights we had that just walk away
And there's tears we'll cry, but those tears will fade
It's the price we pay when it comes to love
And we'll take what comes, take what comes
 
 

 

06
Abr18

Parem tudo!...

C.S.

Depois daquilo que vos descrevi aqui... Eu tenho de conseguir bilhetes para isto! Não quero muitos, bastam dois, na verdade. 

Screenshot_20180406-125724_1.jpg

(Imagem retirada do Instagram da Comercial)

 

Desejem-me sorte, acendam velinhas, façam o que quiserem, mas torçam por mim, porque não tenho muita experiência em adquirir ingressos para este tipo de super eventos!... 

Imaginem isto ao vivo...

30
Jan18

Ainda não será desta...

C.S.

Às vezes acho que na minha adolescência não vivi no Alentejo, mas sim numa bolha.

Em certos aspetos...

Já lá chego. 

Sei que isto não é uma questão de geografia. Provavelmente está mais relacionado com a humildade da família de onde provenho. 

Ir a Lisboa era algo raro.

Se o motivo fosse ir um concerto, a uma peça de teatro ou a um museu... Então, não era um motivo. Na medida em que nunca aconteceu. 

Este tipo de espetáculos não despertavam interesse lá por casa. Ouvia-se música, claro, mas não se ponderava ir à capital assistir a um concerto.

Parecia distante e caro.

Hoje escrevo-vos isto e parece-me algo estranhíssimo, mas é a mais pura verdade. 

Tenho 31 anos e nunca fui a um festival de verão.

Acreditam? Um festival daqueles que juntam muita gente e bandas de renome, sabem? Um daqueles onde toda a gente já foi?

Eu não fui.

Nos últimos anos tenho desejado ir, mas ainda não se proporcionou. 

Achei que este ano é que era. 

2018 seria o ano em que a C.S. iria a um festival de verão. 

E depois disseram que os Pearl Jam viriam ao NOS Alive. 

Ouro sobre azul.

Grande estreia.

É desta que vou!...

E depois pestanejei e todos os bilhetes tinham esgotado. 

Parece que fico em casa mais uma vez. 

Não tenho mesmo experiência em comprar bilhetes para estes grandiosos eventos...

(Imagem aqui)

 

(Eu sei que os bilhetes já esgotaram há imenso tempo, não sou assim tão ingénua. Não pensem que fui à procura de bilhetes ontem. Mas ontem é que me apeteceu escrever sobre o assunto.)

 

14
Nov17

Na sexta-feira à noite...

C.S.

Miguel Araújo brindou, quem esteve presente no seu concerto no Coliseu dos Recreios, com músicas do novo cd, com belíssimos convidados, com um cenário magnífico e com uma atuação irrepreensível. 

WaterMark_2017-11-11-13-21-07.JPG

 

Creio que este cantor se reinventa a cada espetáculo. O próprio já confessou que, no início, tinha receio do palco e de encarar o público e que agora já consegue desfrutar do tempo que passa em grande plano. E isto nota-se. 

Quem o acompanha desde o início da sua carreira a solo nota-o mais solto a cada performance e com a voz cada vez mais segura. O músico portuense tem,ainda, a mais-valia de ter consigo uma banda fenomenal, divertida e que sabe envolver o público. E o próprio Miguel vai conversando com quem o vê, entre canções, e contando a origem das suas músicas. 

É mesmo um concerto que vale a pena ou não fosse ele um dos melhores cantores portugueses e dos mais completos também, pois todas as suas músicas têm letras da sua autoria. E que letras! Cada uma delas conta-nos uma história e é isto que eu mais admiro nele, a sua capacidade para a escrita. 

Espero que concertos destes se repitam por muitos anos e que o Miguel continue a encher o nosso país com boa música. 

WaterMark_2017-11-11-13-15-51.JPG

 

WaterMark_2017-11-11-13-18-34.JPG

 

 

 

10
Nov17

Vou ali...

C.S.

...ao coliseu ver este senhor.

 

 

Depois conto como foi, ok?

Mas posso dizer-vos que tenho um feeling de que vai ser muito bom!

Pelo caminho ainda vou jantar com uma amiga que não vejo há demasiado tempo e da qual tenho muitas saudades. 

 

Vou fechar a semana com chave de ouro.

Bom fim-de-semana! Divirtam-se. 

 

05
Out17

Mais valia ter ficado em casa...

C.S.

Às vezes, vocês funcionam como terapia para mim. Não se sintam mal, é um elogio.

Portanto, cá vai...

(Imagem aqui)

Ontem foi um dia muito cansativo e, para juntar à festa, diga-se que há algumas noites que ando a dormir mal, por isso, quando saí do trabalho sentia-me cansada, de rastos, na verdade. Mas no dia anterior descobri que o António Zambujo iria cantar a 55km da minha casa. Era já ali. E era o Zambujo. E dizia o evento do facebook: entrada livre. E na noite véspera de feriado? Vamos.

Fomos. Tal como havíamos combinado na noite anterior. Apesar do cansaço fomos. Cheguei a casa, banho rápido, troca de vestimentas e lá fomos.

Havia muita gente e foi difícil encontrar lugar para deixar o carro. Ultrapassada esta dificuldade, dirigimo-nos ao local onde o Vasco Palmeirim, da Comercial, já apresentava o evento. Aceleramos o passo, íamos entrar quando nos perguntaram pelo convite. Olhamos um para o outro. Respondemos a uma voz "não temos". "Só podem aceder ao local a partir das 21:30h" disseram-nos com sorriso amarelo. Encolhemos os ombros e fomos procurar um sítio para jantar. 

Comemos, bebemos, demos mais voltas para deixar o carro e quando chegámos ao sítio onde nos fora barrada a entrada eram 21:45h. Naquele momento já entramos sem problemas, porque na verdade já não havia nada para ver, o local estava cheio e o palco estava tão mal posicionado que a única coisa que consegui ver foram os holofotes a mudar de cor e, eventualmente, a girar.

O Zambujo lá ia cantando e encantando, bem ao seu jeito, e o público comportava-se demasiado bem. Ele próprio o referiu.

Aí... Começo a olhar à minha volta e vejo que as pessoas não estão vestidas para um concerto, mas sim para uma festa... Muito vestido, muito blazer, muita clucht e camisa dentro das calças... 

 (Imagem aqui)

E eu amaldiçoei o facebook e as pessoas que consideraram aquele evento de entrada livre. Porque de livre teve muito pouco, já que foi uma festa privada, para a elite algarvia, na qual abriram portas à plebe às horas em que nada mais havia para ver que não fossem os restos da festa.

Amaldiçoei os 55km que me separavam do meu sofá.

Valeu o jantar que, pelo menos, foi bom!

 

31
Jul17

No sábado fui a um concerto :)

C.S.

IMG_20170730_120830_184.jpg

 

Já andava com saudades de assistir a um concerto. Ver ao vivo alguém que admiro. Poder apreciar ao vivo aquelas músicas que tanto gosto. Sentir centenas de pessoas a vivenciar a mesma alegria que eu.

 

O concerto foi de Miguel Araújo. E ele não desiludiu. Nunca desilude. Brinda-nos com as suas magnificas músicas, irrepreensivelmente bem escritas, leva-nos numa viagem por todos os seus trabalhos a solo e ainda vai buscar mais algumas canções que já escreveu para outros brilhantes cantores portugueses.

 

Arrisco a dizer que o Miguel está cada vez melhor em palco, mais confiante e, para que tal aconteça, a sua equipa também terá mérito, pois é notória a cumplicidade que reina por ali e a entrega de todos. Gostei muito de ver atuar a nova guitarrista da banda, Joana, que ainda acompanha o Miguel na voz quando faz falta um toque feminino.

 

Se tiverem oportunidade vão ver um concerto deste senhor, pois irão adorar, dada a qualidade do seu trabalho. No facebook dele podem aceder à sua preenchida agenda. Passem por lá.

28
Jul17

5 coisas que tornam o verão de qualquer pessoa melhor :)

C.S.

E porque hoje é sexta-feira e estamos às portas do último fim-de-semana de julho, trago-vos 5 coisas que qualquer pessoa aprecia no verão e que, mais importante ainda, contribuem para nos colocar um belo sorriso na cara.

 

1. Belíssimas praias (Não importa se é cá dentro ou lá fora, verão é sinónimo de mar!)

 

2. Bebidas refrescantes (Com álcool ou sem, a verdade é que não prescindimos delas)

 

 

3. Concertos (Quem não gosta de ver atuar as suas bandas preferidas em noites quentes?)

 

 

4. Uma boa piscina (Como resistir?)

 

 

5. Um magnifico pôr-do-sol (Um espetáculo maravilhoso e gratuito)

 

Espero que esta selação vos ajude a descontrair nesta tarde de sexta-feira e que vos inspire para o fim-de-semana.

 

Beijinhos

 

(Todas as imagens retiradas daqui)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D