Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

01
Ago18

10 motivos pelos quais é uma treta estar constipado em pleno verão

C.S.

Depois de lerem o título quase que consigo adivinhar os vossos pensamentos: "Olha esta agora... Quer dizer que no inverno é melhor?" ou "Olha esta agora... Só porque anda a espirrar vem para aqui com tretas.". Se acertei nos vossos pensamentos, peço-vos um pouco de paciência e compreensão. Continuem a ler, talvez venham a dar-me razão. Se não pensaram nada daquilo que eu previ, então vocês são mais fofinhos que um unicórnio de corno dourado. 

 

gripe-verão-920x420.jpg

(Imagem aqui)

 

 

10 motivos pelos quais é uma treta estar constipado em pleno verão:

 

1. O verão é sinónimo de praia, calor e alegria, não de calafrios, tremores e pensamentos de que o mundo está a acabar para nós.

 

2. No verão gostamos de ouvir músicas alegres e de preferência com o volume bem alto. Mas quem está com um mal-estar geral e uma tremenda dor de cabeça dispensa qualquer som, incluindo aquelas playlist que, supostamente, nos devem acalmar e pôr a dormir. 

 

3. "Come um gelado, faz bem à garganta." Quem é que não ouviu já esta frase? Mas qual é a alegria de estar a ingerir umas calorias extra com algo que nos vai saber a...nada. Os gelados são para uma pessoa pecar, mas deleitar-se. Não deviam ser recomendados como uma mezinha.

 

4. Quando nos constipamos no inverno aconchegamo-nos no sofá com uma mantinha. Já no verão estamos a derreter e só a palavra manta já nos causa una tontura.

 

5. "No verão, pelo menos, temos a hipótese de ir à praia e aproveitar para desobstruir as vias nasais." Que lindo pensamento! Não haja dúvida. E o tormento que passamos até lá chegar? A procura de lugar para o carro e posteriormente o sol a bater-nos moleirinha. Sabem tão bem quanto eu que o caminho que nos separa do carro à praia é, nada menos, que um suplício, mesmo quando estamos bem, agora imaginem quando temos que gastar 3 pacotes de lenços durante o percurso. 

 

6. Quando nos constipamos o que é que nos aconselham a beber? Chá quentinho, certo? Pois. Não será certamente uma Somersby cheia de gelo. 

 

7. No verão a alegria é tanta que todos falamos mais alto e as gargalhadas prolongam-se pela noite dentro. Nenhum vizinho vai pensar sequer que, no primeiro andar, poderá estar uma desgraçada a tentar dormir, rouca, com dor de garganta, um lenço ao lado da almofada e que só consegue respirar pela boca.

 

8. Recebes convites para almoços e jantares com muitos mais frequência e ao recusá-los por estares constipado vão olhar-te com olhos de: arranja-outra-desculpa-e-não-sejas-estúpida-que-eu-não-sou-parvo-nenhum-a-mim-não-me-enganas-tu. Um olhar que carrega todas estas palavras. Não duvidem.

 

9. Quando estão sob o ataque de uma constipação veraneia a nossa roupa fica molhada, não porque temos o biquíni por baixo, mas porque o benuron começou a fazer efeito e estamos a suar em bica. 

 

10. No inverno o estar constipado até poder servir de desbloqueador de conversa, é um tema com o qual toda a gente se identifica e que todos sentem que é um tópico adequado à época. Já no verão, se tocarem no assunto, não se admirem se alguém vos rosnar. Simplesmente as pessoas querem estar felizes e não querem ser lembradas da mortalidade inerente ao ser humano. 

 

20131113095733428587e.jpg

(Imagem aqui)

 

22
Out17

Uma sugestão para o dia de hoje - The Book of Henry

C.S.

Bom dia!

Bom domingo!

 

Mais alguém por aí que esteja com espirros frequentes, dor de garganta, olhos a lacrimejar, tosse de cão e dores no corpo? Não?Espero que não... Espero que estejam a aproveitar melhor o vosso fim-de-semana. 

Já eu estou de quarentena, digamos assim, auto imposta, na tentativa de que amanhã já possa retomar a minha rotina, que é como quem diz, ir trabalhar. 

Ontem sentia-me pior, tinha testes para fazer, mas a vontade de trabalhar era zero, por isso ficaram para hoje. Lucky girl, sem dúvida. 

Mas houve algo que fiz no dia de ontem que valeu a pena e é isso que venho partilhar convosco. 

 

Já ouviram falar no filme The book of Henry

(imagem aqui)

 

Conta-nos a história de um menino sobredotado,Henry, que vive com a mãe e o irmão, e da menina da casa ao lado, que é sua colega de turma. 

 

Henry, para além de ser sobredotado, demonstra ter uma maturidade invulgar para os seus 11 anos e muitas vezes compreendemos que é ele que assume a responsabilidade por todas as decisões que acontecem na sua casa.

 

A mãe, interpretada por Naomi Watts, é amorosa para com os filhos, mas um tanto ao quanto negligente, na minha opinião, pois delega demasiado num miúdo que ainda nem entrou na adolescência e este facto irritou-me um pouco. Logicamente que este lado da personagem de Naomi torna-a mais humana, pois não há pais perfeitos. No entanto, o abuso do álcool em frente aos filhos, o uso recorrente de palavrões, a incapacidade de tomar decisões e o gosto por jogos violentos fez-me duvidar das capacidades dela enquanto mãe.

 

Mas a história dá uma volta e dá-nos um murro no estômago. E é a partir daqui que a mãe terá de revelar-se à altura dessa função e apesar de haver uma transformação na personagem, não me convenceu totalmente. 

 

Últimas palavras para os jovens atores deste filme que têm interpretações incríveis, sobretudo os dois rapazes, que desempenham os papéis de irmãos. Talvez dos irmãos mais amorosos que vi no cinema, pelo menos nos últimos tempos. 

 

Deixo-vos o trailer:

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D