Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

25
Mar20

#5 Pensamentos de uma pessoa em isolamento social

C.S.

20200325_100022_0000.png

 

Shame on me!
Até me sinto excluída, malta, e em plena quarentena. 

Anda tudo aí a tirar fotos aos seus bonitos pães e depois à bela da fatia besuntada de manteiga, não é?

E eu? Sabem o que eu anda a fazer? A comer papa de aveia, que é um pequeno almoço que estava na moda antes da quarentena e agora já passou à história.

É a vida!
Efeitos colaterais destes nossos novos dias.

24
Mar20

"Éramos felizes e não sabíamos" - Parem lá com isso, porra!

C.S.

(Imagem aqui)

 

Vamos lá a saber...

Quantas vezes já se depararam com esta frase nas redes sociais: Éramos felizes e não sabíamos.

5?

10?

30?

99? Mais... 

Dá vontade de ir à janela gritar: ACABEM LÁ COM A MERDA DA LAMÚRIA QUE JÁ NÃO HÁ PACHORRA, PORRA! 

A sério, ninguém acredita que vocês eram felizes e não sabiam. Porquê? Porque a pessoa tende a reconhecer quando está feliz, normalmente é quando não está doente, a vossa vida corre bem, ordenado garantido no final do mês, não têm dívidas por aí além para pagar, vão jantar fora de vez em quando, com sorte com a cara metade que até já fisgaram, e até têm uma viagenzinha ou duas em vista. É isto, para os comuns mortais não é muito mais que isto. 

A não ser, claro está, que já tenham filhos e aí já entram nas vossas contas o bem-estar deles e o quão realizados os conseguem fazer sentir. Porque a vossa criança é todo o vosso mundo e ai de vocês que julguem ser seres individuais, independentes da família que criaram. Neste caso, a vossa felicidade fica dependente do sorriso das vossas crianças. Mas também é fácil ver isso. Ou não?

Se eles têm entre 0 ou 7 anos e passam 50% do tempo a chorar... Já foram. Não há felicidade que aguente. Vão por mim, não são felizes em quarentena, mas também não o eram antes. 

Se os vossos filhos têm entre 8 e 18 anos e passam mais de 60% do tempo a revirar os olhos... Paciência, também não podem dizer que eram felizes. Mas não se sintam mal, toda a gente sabe que um pré adolescente/adolescente suga a vida a todos os seres vivos com os quais convive, usando para isso a sua irritabilidade crónica e desdém por tudo o que não é um ecrã. 

Se não se encaixam nos perfis acima descritos, parabéns! Com certeza que eram felizes, mas de certezinha que já o sabiam antes, porque pais que têm adolescentes em casa e que não os veem soprar ou revirar os olhos na maior parte do tempo sabem que foram abençoados por uma entidade divina qualquer. 

(Imagem aqui)

 

O problema, minha gente, é que a maioria dos seres vivos que estão a reproduzir a frase que dá o título a este post até à exaustão são... 

(Imagem aqui)

 

INFLUENCERS!!!!! Sim. Ver-da-de!!!! Aquelas que pessoas que passam o seu tempo a viajar e quando não estão a viajar estão a receber cremes, roupas e malas para depois nos tentarem vender. 

Acreditam? 

Elas eram felizes e não sabiam. 

Tenho tanta pena! 

(Imagem aqui)

 

09
Jan20

Tina a Presidenta!

C.S.

O Instagram está louco. Parece que anda tudo nervoso por lá, parece que todos têm qualquer coisa a dizer, parece que, de repente, já não é o Instagram, mas sim o Facebook. Cruzes, credo, canhoto.

 

Uns são a favor, outros são contra e eu acho que já se devem ter gerado mais reações em torno deste assunto, em Portugal, do que comentários ao conflito E.U.A. - Irão. É o que temos. Já sabem que por cá não é qualquer assuntozinho que cai nas boas graças. 

(Imagem aqui)

 

Ficaram genuinamente admirados com a notícia? Seus ingénuos. Se a Tininha já se havia comparado à Lady Di, porque não haveria de querer o poiso do Ti Marcelo? Eu até acho que ela está a sonhar pequeno, uma vez que um dos príncipes de Inglaterra acaba de deixar um lugar vago. 

 

Uma coisa é certa, não duvido que se a Tina um dia avançar com isto a taxa de abstenção diminui. Disso não duvido. 

 

Mas antes de ir, digam-me cá... Sou só eu que vejo traços da loucura de Daenerys Targaryen nesta hipótese? 

(Imagem aqui)

24
Jan19

Ricardo Araújo Pereira em dose dupla | Obrigada!

C.S.

Há anos que acompanho o percurso de Ricardo Araújo Pereira e sou verdadeiramente fã do seu trabalho. Acho que não há como não sê-lo. 

 

É o melhor humorista português e uma das pessoas mais inteligentes da nossa praça pública. Admiro a forma como fala de literatura e o conhecimento que demonstra ter da língua portuguesa. "Ai quem me dera..." Canta a Mariza e penso eu.

 

Ricardo A. Pereira brinca com a política, revela consciência social e escreve bem. Agora temos a sorte de tê-lo em dose dupla, na Rádio Comercial, de segunda a sexta, e na TVI, ao domingo. E ainda bem, digo eu, julgando que este é um sentimento partilhado pela maioria dos portugueses. 

 

No meio de tanto lixo que nos chega a casa pela televisão, (abençoada Netflix que me trouxe tanta liberdade de escolha!), o Gente que não sabe estar é uma lufada de ar fresco. Humor inteligente do princípio ao fim. Mas dali já não se espera outra coisa, verdade? 

 

Vejam isto:

 

 

E mais isto:

 

 

Ia fazer um post sobre o tão falado programa de Marie Kondo e como este foi uma desilusão, (só vi o primeiro episódio), uma vez que a senhora não arruma nada, apenas manda fazer. Para além disso, a Marie aconselha a que se dobre a roupa de forma a que esta, antes de ser usada, tenha de ser outra vez passada a ferro. Uma verdadeira loucura! Mas agora o post já não faz sentido, uma vez que esta Mixórdia supera qualquer palavra que eu pudesse escrever. 

 

Resta-me dizer, em nome dos portugueses, obrigada, Ricardo!

23
Jan19

Sabem que cara é esta?

C.S.

(Imagem aqui)

 

É cara de: 

Aqui me queriam, aqui me têm, sem arrependimentos ou culpas, até porque 18 milhões de euros é o que eu pago às minhas irmãs para não as ouvir. 

 

Uma coisa é certa... Acho que nunca vi o CR7 com uma roupa que lhe conferisse tanta pinta. Só pode ser dos ares italianos, porque como todos sabemos, no que toca a moda, eles são uns expert

18
Jan19

É o karma! Só pode... | Alguém me ajuda?

C.S.

É verdade! Eu confesso. A vocês e ao universo. Eu admito!

(Imagem aqui)

Estou um bocado farta do meu smartphone! Estou! Mas tinha de começar a dar problemas maiores agora? Agora mesmo? Após o Natal?!

Tenho lá eu dinheiro para outro?! Sou só uma professora contratada que o máximo que já gastou num telemóvel foi 199,99€, precisamente neste Asus Zenfone 3 Max, aka Meu Grande Inútil. 

 

(Imagem aqui)

 

O Meu Grande Inútil tem 2 anos e já há muito tempo que não funciona em condições, (Aliás! A sua câmara foi uma desilusão desde o início!), no que toca à minha aplicação preferida, Instagram, (não sei porquê, mas eu não tenho todas as funcionalidades que vocês, seus sortudos, têm, nunca tive. E trava, senhores! Ah como o desgraçado bloqueia! ), para além disso, agora deu em apitar durante as chamadas. Isso mesmo! Apita! Um apito contínuo, baixo e irritante, como que a testar a minha paciência. Como que a dizer-me: "Vá... Vá! Vamos lá ver quanto tempo aguentas sem mandar comigo à paredeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...". E não sou só eu que ouço o apito, quem está do outro lado também ouve, mas nem sempre em contínuo, como eu. Que desespero!

 

Tivesse eu dinheiro a sobrar-me e já o tinha afogado na sanita. Juro! Mas como não tenho, espero que o karma pare de me castigar, por já o querer rifar há tanto tempo , e permita que o danadinho se aguente mais uns meses. 

 

Tudo isto estaria resolvido se eu tivesse ganhado, como me covenci que aconteceria, o sorteio que a página Pplware, do Sapo, levou a cabo por alturas do Natal, cujo prémio era, nada menos, que o Huawei P20 Pro. Cheguei a imaginar-me com o melhor smartphone de 2018 nas mãos... Cheguei a visualizar a minha vida exatamente na mesma, mas agora com acesso a tecnologia de ponta. Mas não. Entregaram-no a uma pessoa qualquer super desinteressante, certamente. Enfim... 

 

Por acaso não têm nenhuma ideia milagrosa que me resolva este problema ainda hoje, pois não? Bem me parecia...

 

É triste ser pobre, não é?

 

Tenham um bom fim-de-semana, eu vou passar o meu a lamentar-me, não tenham dúvidas.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D