Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

03
Dez18

E o artigo 13 não vai afetar os blogs?

C.S.

Esta é, para mim que tenho um blog, A pergunta que tenho em relação ao assunto do momento. 

 

O artigo 13 vai ou não afetar os blogs? 

 

Deixem-me, em primeiro lugar, dizer-vos que não estou esclarecida a 100% sobre este assunto.

Vi parte do vídeo do Wuant, mas não o consegui ver todo porque não tive paciência. A forma como se expressa, a raiva crescente, o tom alarmista... Foram demasiado para mim. 

Vi também o vídeo da Bumba na Fofinha. E aqui comecei a ter algumas luzes sobre o assunto. Acho que os argumentos que ela usou foram bastante pertinentes e a verdade é que concordo com aquilo que ela diz, já se falou muito sobre o tema, mas há muitas questões que não são claras. 

Depois fui pesquisar mais um pouco e li o artigo do Polígrafo (aconselho a que o leiam). Achei que esclarece muitas dúvidas e deixa-nos com a certeza de que, se o Artigo 13 for para a frente, a internet, tal como a conhecemos, irá mudar a partir de 2019. A mesma linha de pensamento segue-se neste texto da Sic Notícias. 

 

Agora pergunto-me...

Fala-se dos gigantes... YouTube, Google, Instagram... Mas as plataformas de blogs também não serão afetadas se esta lei for para a frente? 

 

Por exemplo, quando escrevo sobre um filme (facto que acontece com alguma frequência por aqui) e decido ilustrar o post com uma foto do mesmo, ainda que identificando o link donde retirei a imagem, estou a violar os direitos de autor? Deixo de poder partilhar essas imagens? 

 

Quando ouço uma nova música que gosto e decido vir aqui partilhá-la, com o intuito de dá-la a conhecer, estou a violar os direitos de autor ou estou a publicitar a música em questão? 

 

Ao partilhar a imagem de uma campanha publicitária de uma marca, (roupa, perfume, etc.), estou a violar os direitos de autor ou a divulgar a marca em questão, simplesmente porque me apetece? 

 

Deixo de poder citar?

 

Tantas questões. 

Mas tenho de esclarecer que, segundo o que li, os grandes afetados são, supostamente, os gigantes a que me referi anteriormente. Como? Pagando uma taxa de cada vez que um conteúdo seja publicado.

Agora digam-me? Vão o Youtube, Google, Intagram... pagar de cada vez que nos apetecer partilhar uma imagem dos Simpsons, de Game of Thrones, do SLB, da D&G, do Jamie Oliver... Ou vão, simplesmente, bloquear todos esses conteúdos para que não os possamos partilhar? 

(Imagem aqui)

 

Sabem o que vos digo? O Casal Mistério que se cuide... Parece que vão ter de repensar o conceito do blog.  

 

 

 

 

 

 

 

16
Mai18

Expliquem-me cá...

C.S.

Já é a segunda ou terceira vez que uma marca, (importa referir que não é sempre a mesma), me contacta, através do instagram, para estabelecer uma parceria e, normalmente, a proposta é algo parecido com isto: 

 

- dão-me 20% ou 30% de desconto num produto à minha escolha (eu tenho de comprar o produto inicial);

- dão-me um código para eu partilhar no meu instagram e/ou blog que dá acesso a um desconto de 10% ou 15% a quem use o meu código;

- (supostamente) se alguém usar o código que partilhei, terei posteriormente algumas vantagens.

 

Digam-me cá, vocês, que são experientes neste mundo dos blogs...

É assim que isto se processa?

Tenho andado a deitar oportunidades ao lixo? 

Isto parece-vos viável?

 

Contem-me tudo! Partilhem a vossa sabedoria comigo...

 

Obrigada!

 

0012-2y0n5qkyv6ptno176e5bm2.jpg

(Imagem aqui)

 

Não se assustem... Nos próximos 10 anos ninguém me deve contactar novamente.  E se algum dia decidisse embarcar em algo do género teria de ser de um produto que eu também gostasse, esse seria o critério n.º 1. 

09
Fev18

2 coisas para as quais não tenho explicação...

C.S.

...e conto convosco para que me ajudem a compreendê-las. 

 

Olá! Olá! 

Como estão?

 

Espero que alguém desse lado me possa explicar aquilo que venho aqui partilhar. 

 

1.º Conhecem o Instagram, certo? Eu adoro-o, vocês já sabem... O que é que me inquieta nesta rede social? Vejam se já vos aconteceu...

Às vezes, aparecem-me seguidores que passados dois/três dias desaparecem. Não compreendo. Há dias em que supostamente tenho 470 seguidores e no dia seguinte já só são 450. Não é que isto me aflija. Mas gostava de compreender o porquê disto acontecer... 

(Imagem aqui)

2.º Chamadas de Meo, Zon, EDP e afins... Que irritação que isto me causa... Vocês nem imaginam! Fico com taquicardia só de pensar no assunto!...

A questão nem é ligarem uma vez. O problema é que ligam, dizemos que não estamos interessados e passadas 24, 48, 72 horas o smartphone continua a tocar 599 vezes ao dia... E são eles! Eu sei que são eles! Porque insistem?! Acham que é a massacrar as pessoas que as vão fazer mudar de ideias? 

Eu que odeio faltas de educação tenho vontade de atender o telemóvel e mandá-los para tantos sítios diferentes e nada agradáveis, como por exemplo... Vai para a Ponte 25 de Abril em hora de ponta! Vai para um supermercado Algarvio em pleno mês de agosto! Vai para um concerto da Maria Leal!

(Imagem aqui)

 

E é isto! Contem-me tudo... Têm explicação para alguma destas situações acontecer?

07
Out17

Instagram: a minha rede social favorita

C.S.

Boa tarde! 

 

Como estão? Ontem deu-me uma preguiça tremenda e não passei por cá.

Mas posso-vos dizer que tive um final de tarde simplesmente espetacular, ou seja:

- maravilhoso pôr-do-sol;

- a melhor companhia;

- petisco bom;

- oportunidade de fazer duas ou três fotos giras. 

 

Centremo-nos nas fotos. Eu não sei se já vos contei, mas eu adoro fotografias, é algo que sempre adorei, desde miúda que me fascina poder captar um instante, um segundo para sempre. E uma foto diz-nos tanto.

Por isso, é fácil de compreender que o instagram é, sem dúvida, a minha rede social favorita. Descobriu-o tarde, é certo, mas já não vivo sem ele. Encanta-me, sobretudo, a oportunidade que me dá de poder apreciar o trabalho de alguns fotógrafos que por lá andam. E andam muitos. Muitos e bons. Alguns são mesmo soberbos. 

 

(Imagem aqui)

E eu também tenho uma conta. Muito modesta, mas que vou enchendo com as melhores fotos que consigo tirar, recorrendo ao meu telemóvel, que por acaso tem uma câmara que não é nada de especial, mas que desenrasca (é um asus Zenfone3 max).

 

Mas tem crescido em mim a vontade de comprar uma máquina fotográfica...  (Ando com duas de baixo de olho...) E ainda que não seja a máquina que vai fazer de mim melhor ou pior apaixonada pela arte da fotografia, acredito que pelo menos me dê mais possibilidades ou razões para procurar novos ângulos, perspectivas e cores... 

 

Vejam a foto que tirei ontem ao pôr-do-sol: aqui. (E podem sempre seguir-me no Instagram, fica o convite...)

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D