Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

01
Mai19

É desta!...

C.S.

Quem acompanha o há mar em mim há mais tempo saberá que eu ando há muito em busca de um peso com o qual me sinta mais confortável e, sobretudo, mais saudável, (falei-vos disto aqui e aqui).

Já tentei diversas abordagens, mas não fui bem sucedida. Mas ainda não desisti. 

Ontem fui à segunda consulta com uma nutricionista que me foi recomendada por diversas pessoas. Ela parece ser uma expert na sua área e é disso que eu preciso, porque o meu metabolismo é tão lento, que só uma pessoa que domine o assunto pode ajudar-me a mexer com ele. 

Por isso, estou neste momento na fase inicial de um processo de deverá ser longo, mas que me vai conduzir aonde eu quero chegar. Há anos que quero perder peso, (porque sempre tive peso a mais), e a verdade é que, o que tem acontecido, salvo uns raros momentos, é precisamente o inverso. Estou neste momento com o máximo de peso que alguma vez já estive. É horrível admiti-lo, mas é verdade.

(Imagem aqui)

 

E não estou bem assim. Porque eu sinto-me feliz com a minha vida, mas não estou totalmente em paz comigo mesma. E isso não está correto. Não é o que quero para mim. Nós temos de nos sentir bem na nossa pele. E eu não me sinto, porque tenho espelhos em casa, porque estou constantemente a sentir-me inchada e porque, em toda a minha vida, me senti frustrada na hora de comprar roupa. Há tanta coisa que eu queria vestir e que não posso (jardineiras, certos tipos de biquínis, uma saia mais curta...). E em Portugal não há assim tantas opções para quem veste roupa, dita, plus size. E muitas vezes o que há fica muito aquém da maioria das coleções. 

 

Por isso, aqui me têm. Comprometida comigo mesma. Quando se inicia uma dieta, há quem diga que se deve ter, pelo menos, uma peça de roupa que nos sirva de inspiração. Uma onde ainda não caibamos, mas que seja a materialização do objetivo a cumprir. Pois bem, eu nunca antes havia tido esta fonte de inspiração, mas para esta dieta, que eu quero muito que seja a derradeira, tenho duas fotos a inspirar-me.

1.jpg

 

2.jpg

(Ambas as imagens foram retiradas dos sites das respetivas marcas.)

 

De duas marcas portuguesas. Umas jardineiras da Salsa. E um biquíni lindíssimo da Cantê

E fica aqui a promessa: quando eu entrar dentro das jardineiras da Salsa tiro uma foto e partilho-a convosco. 

 

02
Out18

Uma MUD pelos anos

C.S.

Quem visita o há mar em mim saberá que no mês de setembro passou-se mais um dia do meu aniversário.

Foi um dia feliz. Almocei com vista para o mar. Passeie de mão dada por uma das cidades que mais gosto, mergulhei no mar onde recarrego sempre energias, depois, lanchei o meu bolo preferido e vi o pôr-do-sol. Segui para casa, onde jantei comidinha caseira na melhor companhia. Não se pode pedir muito mais, pois não? 

Acontece que também recebi algumas prendinhas, incluindo uma mala MUD. Adivinhem quem me presenteou com esta maravilha? O A., claro!

 

Conhecem? Já ouviram falar desta marca? 

A MUD é uma marca 100% portuguesa e que existe desde 2011. Os seus produtos são feitos à mão e as malas são em pele, madeira e cortiça. Eu diria que são delicadamente trabalhadas para serem usadas com conforto, mas também com muito estilo, uma vez que é uma mala em que se repara pela sua singularidade. A sério, tenho recebido alguns elogios por ela. 

 

A que eu recebi foi a Fat Pear Bag e foi amor à primeira vista. O A. escolheu esta cor (que eu adoro), mas há mais disponíveis. O difícil é mesmo escolher, por isso ainda bem que foi ele a tratar do assunto. 

fat-pear-bag-acqua.jpg

(Imagem aqui)

 

Decidi dar-vos a conhecer esta marca porque gosto de elogiar produtos de qualidade, coisas que uso e que me fazem feliz, e quando são nacionais creio que se torna quase um dever divulgar. Para irem à loja da MUD vão aqui, se quiserem conhecer o instagram, é aqui

27
Out17

Não quero outros!

C.S.

Bom dia!

 

Como estão? Tenho a certeza que hoje o vosso humor está em alta, afinal é sexta-feira. Ahahahah!

 

Vocês já me conhecem um pouco, por isso sabem que não vos falo muito de produtos aqui no Há mar em mim, a não ser que goste mesmo, mesmo, mesmo deles. Nesse caso falo e divulgo, porque acho que poderei estar a ajudar alguém desse lado.

 

Vamos falar de calças?

 

Como já vos confidenciei (aqui) eu tenho formas e quando digo que tenho forma falo disto:

(Imagem aqui)

 

Tenho anca e rabo que se veem bem. Mas mesmo bem!  

 

Comprar calças sempre foi para mim um problema, pois nem sempre assentam bem. Às vezes não passam na anca, às vezes parece que ficam boas, mas depois ficam largas na zona lombar... Um drama! E quando veio a moda das calças muito justinhas na perna a questão agravou-se e encontrar um par de calças em condições passou a ser uma tarefa equivalente a encontrar um copo de água no deserto.

 

Felizmente esses dias já pertencem ao passado. Porquê? Porque encontrei as Push In Secret da Salsa. E posso dizer-vos que estou completamente rendida e apaixonada! Nunca me senti tão confortável. E o drama agora passou a ser escolher, pois a oferta é, afortunadamente, muita! Bom...e há sempre o drama económico, mas não falemos de coisas tristes...

2017-10-26 (1).png

 

2017-10-26 (2).png

 

2017-10-26.png

 (Todas as imagens foram retiradas do site oficial da marca)

 

Não se deixem enganar pelo corpo esbelto das modelos, eu garanto-vos que este modelo fica mesmo bem em mulheres que, como eu, são aquilo a que se chama plus size.

Foi graças a este modelo da Salsa que pela primeira vez, em 31 anos de vida que tenho, vesti umas calças brancas. É que ficam mesmo bem! E o melhor é que ajudam a que a nossa autoestima cresça. E a marca, tal como vocês devem saber, tem a vantagem de ser portuguesa, facto que eu também valorizo bastante.

 

Agora quero juntar uns trocos para comprar as novíssimas Push In Secret Glamour.

(Imagem aqui)

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D