Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

18
Fev17

As memórias

C.S.

Não sei como vocês são. Sei que há pessoas que não são minimamente apegadas aos objetos. Já eu, tenho de vos confessar que tenho coisas que guardei com muito carinho só porque me lembram momentos em que fui feliz, de alguma forma.

Mas a verdade é que não podemos guardar tudo, a menos que vivamos num palacete, por uma questão de espaço, chegam alturas em que temos de fazer uma limpeza geral.

Eu demoro a fazer estas limpezas, porque pego nos objetos, toco-lhes e deixo que me avivem as memórias. Sorrio. Penso em como a minha vida já foi preenchida. No que fiz, no que não passou de planeamento, no que ainda quero fazer.

recordacoes_guardado.jpg

(Imagem aqui)

24
Jan17

Poderá um objeto ser mais que isso?

C.S.

Já alguma vez fizeram uma mudança de casa? Já passaram pelo processo de ver todos os vossos objetos pessoais empacotados? Eu já passei por isso, mais do que uma vez, e tive a estranha sensação de ter a minha própria vida metida em caixas. É estranho, mas ligamo-nos a certos objetos de uma forma quase transcendental, vai muito além daquilo que são, passam a ser aquilo que fazemos deles. As memórias que nos trazem, os sentimentos que voltamos a sentir quando lhe tocamos.

 

Não o posso negar, sempre me considerei um pouco saudosista e com isto não quero dizer que fico agarrada ao passado, pelo contrário, porque não sou pessoa de pensar nos "se's", mas muitas vezes sinto saudades dos momentos que me fizeram feliz e ter objetos que me ligam, de alguma forma, a essas memórias faz com que me sinta mais preenchida, digamos assim.

 

É verdade que a vida não é feita de coisas, mas sim de momentos e pessoas que os vivem connosco e que lhes dão significado, contudo, é inevitável que transportemos do nosso passado algo palpável, algo que nos lembre que foi real e não um belíssimo sonho.

 

Já me aconteceu, felizmente mais que uma vez, estar a viver um momento tão plenamente, sentir-me tão feliz com o que acontece à minha volta, que dou por mim a pensar: "caramba, aproveita bem porque amanhã já vais sentir saudades".

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D