Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

16
Jan18

Quando as palavras se ausentam

C.S.

Não me tem apetecido escrever...

As palavras têm-me fugido. Têm deixado de ser.

Não se materializam. Nem no papel. Nem no ecrã. 

As palavras têm ficado por nascer. 

Fogem-me e eu não tenho corrido atrás. 

Esfumam-se e eu tenho ficado a ver.

Na inércia de escrever, deixo os dias correr.

 

A vida avança. Sem escrita.

Dias que não são contados. 

Personagens que não são falados. 

Faltam-me as palavras.

Sem prosa ou poesia. 

Sem drama. 

As palavras pela rama.

Sem prefixos ou sufixos. Nada pelo meio. 

 

Não me tem apetecido escrever...

Mas outro dia há de nascer.

P_20180115_173630.jpg

(Tirei esta foto ontem. O pôr-do-sol não estava um espanto?)

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D