Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

28
Jun17

Desculpem, mas vou ter de opinar sobre isto...

C.S.

Ontem, julgo que como a maioria, fui espreitando o concerto solidário. Mudava aqui e ali, sempre que apareciam cantores que me causam comichão nos ouvidos, mas digamos que vi grande parte e vi o final, aquele de que se fala, que teve o Salvador Sobral como protagonista. 

Chamem-me parva, mas tenho de vos confessar que não pude deixar de rir assim que ouvi aquilo. Ri. Não o interpretei como um desrespeito, pareceu-me algo que lhe saiu naturalmente, talvez acusando a pressão de ter ficado para último, numa tentativa de usar a sua música como um hino qualquer à união... Não sei. Mas aquele protagonismo não é, de todo, a cara do Salvador e o resultado foi aquele momento/desabafo desastroso, mas caricato. Consagrando-o mesmo como um anti-herói.

Lembrei-me imediatamente da entrevista que o Salvador deu ao Alta Definição e onde confessou que não se leva muito a sério e que às vezes tem atitudes que nem ele próprio compreende, em momentos, nos concertos, que deveriam ser mais solenes e onde acaba por dizer coisas que deveriam ficar apenas na sua mente. 

Quando apaguei a tv pensei: "Salvador, o que tu foste fazer, amanhã haverá gente a querer crucificar-te.". E não me enganei. Se ele podia ter estado calado? Podia. 

Mas convenhamos que o concerto foi um gesto bonito, que marcou uma união nunca antes vista, que muito dinheiro foi angariado, (parte dele irá para os cofres do estado, pois aos 0,60cent. acrescia o IVA), mas que houve por ali muita coisa forçada, nomeadamente, a tentativa de encaixar todas as letras de músicas cantadas na desgraça que aconteceu; o agradecimento final a Marcelo Rebelo de Sousa, que representa os portugueses, mas que é o chefe máximo do governo que tem tentado descartar-se das culpas; houve celebridades a dançar e a cantarolar para as câmaras, celebrando nem sei bem o quê... Enfim, houve de tudo. 

E querem que vos diga do que gostei mais? Gostei da simplicidade de Miguel Araújo, de Rui Veloso, da chamada de atenção da Luísa Sobral, mas sobretudo, gostei da indignação de Jorge Palma, que estava visivelmente aborrecido, não por ajudar, mas porque todos os anos os incêndios se repetem e quem pode, de facto, fazer algo para evitá-los ao máximo tem andado a assobiar para o ar. Grande Jorge! 

 

 

22
Mai17

Vale a pena ver (ou rever)

C.S.

Salvador Sobral em Alta Definição. Só ontem é que tive oportunidade de ver esta entrevista, (sim eu às vezes chego um pouco mais tarde, mas chego.ahahah), e foi uma meia hora muito bem gasta. Podem dizer que já estão fartos de Salvador Sobral, como uma colega minha de trabalho, que na segunda feira após a vitória no festival, quando eu puxei o assunto, quase me ia batendo, levantou-se e saiu a reclamar, contudo, eu não estou.

Posso dizer-vos que tenho muita pena que o cd dele não tenha sido divulgado antes, (ou então foi e eu andei a dormir...), porque é fantástico. A música Nem eu é viciante, ternurenta e apaixonante.

 

(Imagem aqui)

Nesta entrevista vemos um rapaz simples, sincero e fiel a si próprio. Com muita experiência empírica e ainda tanto para aprender sobre a vida, tal como todos nós.

Antes de ganhar a Eurovisão Salvador respondeu às perguntas de Daniel Oliveira e foi uma das entrevistas que mais gostei de ver até hoje. Consciente de si e daquilo que o rodeia, respondeu a tudo e sempre com um sorriso na cara.

 

Gostei muito. Vejam aqui.

 

13
Mai17

E não é que se fez o pleno? Grande sábado :)

C.S.

Em Fátima correu tudo às mil maravilhas, viveram-se momentos introspetivos e o Papa desfilou a sua simpatia.

(Imagem aqui)

No Futebol, mais concretamente na Luz, houve magia no relvado, 5-0...não se podia pedir melhor consagração para o campeão.

 (Imagem aqui)

À noite, no Festival, o Salvador encantou e conquistou a Europa com a sua voz única e melodiosa.

(Imagem aqui)

 

Tenho a sensação que hoje todos os portugueses vão dormir felizes, por um motivo, por outro ou pelos três. Que belo sábado!

11
Mai17

Correndo o risco de ganhar novos odios...

C.S.

...aqui está!!!

 

Não resisti!

Logicamente que iria aparecer algo assim, até já estava a tardar...

Realmente sábado é um dia de emoções para todos os gostos, no país que já venerou (ou venera?) os três F's, não podia existir um dia que juntasse mais emoção e adrenalina.

Eu sei que isto vai irritar variados tipos de pessoas: crentes, em geral, muito crentes, em particular, portistas, sportinguistas e, claro, os haters de Salvador Sobral. O que é que eu vos posso dizer?

Tenham paciência, isto tem piada!

11
Mai17

Sobre o Salvador Sobral e a sua (canção) atitude

C.S.

Bom dia! Como estão? :)

 

O Salvador Sobral e a sua, (e da Luísa), música têm sido tão noticiados, tão destacados que eu tenho achado que nada mais há acrescentar sobre o tema. A música é uma delícia, fofinha, fofinha e a interpretação completamente única e incomparável, mas nada disto é novidade. Já foi dito e redito uma pouco por todo o lado e ainda bem.

O que vos venho dizer é que ontem espreitei os vídeos que circulam pelo youtube com as entrevistas feitas ao Salvador e, realmente, são fantásticos de assistir, porque ele é completamente o oposto do estrelato e da vertente comercial do festival. A sua blusa a dizer "SOS Refugees" é mais um exemplo disso. É o Salvador a dizer que está ali para cumprir a sua função, representar Portugal da melhor forma possível, mas que não se esquece do que se vai passando à sua volta. Usa o mediatismo que lhe é concedido em prol de algo maior e isso é completamente louvável. Que bom que é ver o nosso país representado por pessoas de valor. Obrigada!

 

Entretanto, vi este vídeo e fiquei rendida. Uma turma de alunos espanhóis a cantar em português, a cantar Amar pelos dois, que maravilha! Assistam aqui.

 

(Hoje é quinta, é dia de Às quintas viajamos..., por isso até já.)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Direitos de Autor

Todos os textos contidos neste blog, regra geral, são da minha autoria e, caso não sejam, serão devidamente identificados. Qualquer reprodução de um texto aqui publicado só poderá ser feita mediante a minha autorização. Para qualquer contacto ou esclarecimento adicional: hamaremmim@gmail.com Obrigada

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D