Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há mar em mim

C.S. em 22.02.18

A Inês

Conduzia sem rumo há mais de uma hora. A raiva, o desespero e uma tristeza profunda tinham tomado conta de si nos primeiros quarenta minutos. Os olhos ardiam-lhe devido às lágrimas que havia (...)
C.S. em 12.12.17

A Margarida

Eram seis da manhã e era inverno. O despertador tocou alto e pontual. Margarida esticou o braço e desligou-o mecanicamente. Nunca lhe apetecia sair da cama, sobretudo no inverno. Mas hoje era (...)
C.S. em 20.11.17

A Dona Celeste

A Dona Celeste passa os dias à janela. Em terra de pescadores ela tem vista privilegiada para a azáfama da vila. Tem setenta e quatro anos e é hipocondríaca, mas não sabe. Às vizinhas (...)
C.S. em 06.02.18

A Camila

Fechou a porta de casa. Da casa que ainda era sua, mas que em breve deixaria de ser. Sabia que aquela manhã cinzenta de janeiro seria a última vez que estaria ali. Fechava a porta à casa e (...)
C.S. em 29.11.17

A Francisca

As ruas são a sua casa. O chão frio a sua cama. A heroína a sua companheira inseparável.  Há 20 anos atrás era outra. Logicamente mais nova. Ligeiramente mais feliz.  Francisca nasceu (...)
C.S. em 08.11.17

O Renato

- Vai para a puta que te pariu! A frase ecoa-lhe na cabeça, uma e outra vez, uma e outra vez, uma e outra vez... Até que as palavras percam o significado.   Renato tem 9 anos e ouviu a frase (...)