Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há mar em mim

há mar em mim

Um sentido para a vida

14.03.18 | C.S.

Todos nós, sem exceção, procuramos um sentido para a nossa existência. Uns fazem uma procura deliberada, outros tentam encontrá-la sem saber. 

Há quem se resigne. Há quem nunca desista. 

E esta busca louca faz-nos viver numa espécie de limbo. Um lugar de ninguém. 

Certamente que não é a meta, mas também já não é a casa de partida. 

Uns rezam.

Uns viajam.

Uns defendem causas.

Uns matam.

Uns dão vida. 

Uns perdem-se para sempre.

Uns tratam dos que os rodeiam.

Uns isolam-se.

Uns debatem futebol como se nada mais importasse.

Uns casam.

Uns ficam para sempre sós.

Uns são ricos.

Uns são pobres.

Uns enlouquecem.

Uns...

Todos nós. 

Seria mais fácil, a vida, se soubéssemos de antemão o que queremos atingir?

Alguma vez nos resignaríamos à simplicidade? 

À aceitação?

À calma? 

É a vida mais preenchida quando andamos à procura de algo que desconhecemos? 

O que queres?

O que quero eu?

Inspiro.

Expiro.

Inspiro.

Expiro.

Espero que passe. Que não volte...

Que seja desta!

Espero...

E tudo recomeça.

 

(Imagem aqui)

18 comentários

Comentar post